quarta-feira, outubro 27, 2021

Roy Lichtenstein nasceu há 98 anos

    
Roy Fox Lichtenstein (Nova Iorque, 27 de outubro de 1923 - Nova Iorque, 29 de setembro de 1997) foi um pintor norte-americano identificado com a Pop Art.
Na sua obra, procurou valorizar os clichés das histórias em quadradinhos como forma de arte, colocando-se dentro de um movimento que tentou criticar a cultura de massa.
O seu interesse pelas histórias em quadradinhos (banda desenhada), como tema artístico, começou provavelmente com uma pintura do Rato Mickey, que realizou em 1963 para os filhos. Nos seus quadros a óleo e tinta acrílica, ampliou as características da banda desenhada e dos anúncios comerciais, e reproduziu à mão, com fidelidade, os procedimentos gráficos. Empregou uma técnica pontilhista conhecida como Pontos Ben-Day para simular os pontos reticulados das histórias. Cores brilhantes, planas, limitadas e delineadas por um traço negro, contribuíam para o intenso impacto visual.
Com essas obras, o artista pretendia oferecer uma reflexão sobre a linguagem e as formas artísticas. Os seus quadros, desvinculados do contexto de uma história, aparecem como imagens frias, intelectuais, símbolos ambíguos do mundo moderno. O resultado é a combinação de arte comercial e abstracção.
      
Cap de Barcelona, escultura - Barcelona
         
         

Pery Ribeiro nasceu há 84 anos

   
Peri Oliveira Martins, mais conhecido como Pery Ribeiro (Rio de Janeiro, 27 de outubro de 1937 - Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 2012) foi um cantor e compositor brasileiro.
 
(...)
 
Em 2012, a revista Rolling Stone Brasil declarou-o o numero 64 dos 100 melhores cantores do Brasil. A revista defendeu que foi "possivelmente o cantor mais subestimado do Brasil ... ele se tornou uma das principais vozes da bossa nova.... Técnica, afinação, gosto apurado, inteligência musical – Pery tinha tudo isso de sobra e cantava todos os estilos."
  

 


Mauricio de Sousa faz hoje 86 anos

Mauricio de Sousa na 17ª Bienal do Livro, em 2015

   

Mauricio Araújo de Sousa (Santa Isabel, 27 de outubro de 1935) é um cartunista, empresário e escritor brasileiro. É um dos mais famosos cartunistas do Brasil, criador da Turma da Mônica e membro da Academia Paulista de Letras


in Wikipédia

It was not a Perfect Day...

 

Lou Reed - Perfect Day

   

Just a perfect day
Drink Sangria in the park
And then later
When it gets dark, we go home
   
Just a perfect day
Feed animals in the zoo
Then later
A movie, too, and then home
   
Oh, it's such a perfect day
I'm glad I spent it with you
Oh, such a perfect day
You just keep me hanging on
You just keep me hanging on
   
Just a perfect day
Problems all left alone
Weekenders on our own
It's such fun
   
Just a perfect day
You made me forget myself
I thought I was
Someone else, someone good
  
Oh, it's such a perfect day
I'm glad I spent it with you
Oh.

Paganini nasceu há 239 anos

       
Niccolò Paganini (Génova, 27 de outubro de 1782Nice, 27 de maio de 1840) foi um compositor e violinista italiano que revolucionou a arte de tocar violino e deixou a sua marca como um dos pilares da moderna técnica de violino. O seu Caprice em Lá menor, Op. 1 No. 24 está entre as suas composições mais conhecidas e serviu de inspiração para outros proeminentes artistas como Johannes Brahms e Sergei Rachmaninoff.
   

 


Graciliano Ramos nasceu há 129 anos


Graciliano Ramos de Oliveira
(Quebrangulo, 27 de outubro de 1892 - Rio de Janeiro, 20 de março de 1953) foi um romancista, cronista, contista, jornalista, político e memorialista brasileiro do século XX, mais conhecido pelo seu livro Vidas Secas (1938).

O Metro de Nova Iorque faz hoje 117 anos

  
O Metropolitano de Nova Iorque (em inglês The New York City Subway, New York Subway ou somente Subway) é um sistema de metropolitano que pertence à Cidade de Nova York e que é administrado pela New York City Transit Authority, uma agência subsidiada pela Metropolitan Transportation Authority, também conhecida como MTA New York City Transit. É um dos mais velhos e extensos sistemas de transporte público do mundo, atrás apenas do Metro de Londres, com 468 estações em operação (423, se as estações de conexão por transferência forem consideradas uma só), 369 Km de serviços, 1056 Km de trilhos, 1355 Km de trilhos incluindo pátios e estacionamento de trens. Em 2009 o metro realizou mais de 1.579 bilhões de viagens, com uma média de cinco milhões (5,086,833) nos dias de semana, 2.9 milhões aos sábados e 2.2 milhões aos domingos.
O Metropolitano de Nova Iorque compara-se somente com os metropolitanos de Tóquio, Seul e Moscovo no que diz respeito à ocupação do espaço e transporta mais passageiros do que todos os outros sistemas de metro dos Estados Unidos combinados. Ele é um dos quatro únicos sistemas no mundo, juntamente com o PATH, o Chicago 'L' e o PATCO, a funcionar 24 horas por dia, 365 dias por ano.

A história do Metro de Nova Iorque inicia-se muito antes da inauguração oficial da primeira linha, em 27 de outubro de 1904. Mesmo antes da construção desta, muitos outros projetos haviam sido idealizados e alguns até chegaram a ser construídos e operados por empresas independentes. A real expansão de sistema ocorreu no começo do século XX.

Scott Weiland nasceu há 54 anos


Scott Richard Kline
, mais conhecido como Scott Weiland (San Jose, Califórnia, 27 de outubro de 1967Bloomington, Minnesota, 3 de dezembro de 2015) foi um músico, vocalista e compositor norte-americano. Ex-vocalista do grupo Velvet Revolver, ficou conhecido mundialmente como líder da banda Stone Temple Pilots.

(...)

No dia 3 de dezembro de 2015, Weiland foi encontrado morto pelo seu empresário no seu autocarro de turnê, no Minnesota, nos EUA. Scott Weiland, morreu de overdose de cocaína, MDA (drogas sintéticas) e álcool. A autópsia determinou que o facto de o cantor sofrer de asma e de ter problemas cardíacos também contribuiu para o desfecho.
 

 


A violinista Vanessa-Mae faz hoje 43 anos


     
Vanessa-Mae Vanakorn Nicholson (Singapura, 27 de outubro de 1978), conhecida em palco e no mundo da música apenas como Vanessa-Mae é uma violinista de formação clássica que se tornou famosa mundialmente fazendo gravações onde misturava música clássica com pop, jazz, techno e outros ritmos modernos.
 

 


Xavier Cugat morreu há trinta e um anos

   
Francesc d'Asís Xavier Cugat Mingall de Bru i Deulofe (Girona, 1 de janeiro de 1900 - Barcelona, 27 de outubro de 1990) foi um maestro catalão-cubano, um dos pioneiros na popularização da música latina nos Estados Unidos.
     

 


Lou Reed morreu há oito anos...

      
Lou Reed, nome artístico de Lewis Allan Reed (Brooklyn, Nova Iorque, 2 de março de 1942 - Long Island, Nova Iorque, 27 de outubro de 2013), foi um cantor, guitarrista e compositor norte-americano. Foi considerado o 81º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.
     
(...)
     
Em maio de 2013 passou por um transplante de fígado. Voltou a ser internado em julho, com um quadro de desidratação severa, vindo a morrer em 27 de outubro do mesmo ano. O seu corpo foi cremado.
       

   


John Cleese faz hoje 82 anos

 
John Marwood Cleese (Weston-super-Mare, Somerset, 27 de outubro de 1939) é um comediante e actor britânico nascido na Inglaterra.
  
(...)
  
Monty Python
Várias circunstâncias juntaram em 1969 John Cleese a Graham Chapman, Eric Idle, Michael Palin, Terry Gilliam e Terry Jones para formarem o grupo Monty Python e o seu programa de humor, Monty Python Flying Circus que teve 4 temporadas. No programa, Cleese representava maioritariamente personagens sérias e autoritárias como anunciadores, apresentadores de TV e oficiais do governo. As suas personagens mais memoráveis são talvez o homem queixoso no sketche do Dead Parrot e o ministro dos andares tolos. A partir da segunda temporada, era sempre a personagem do anunciador da BBC de Cleese que dava inicio ao programa com a frase lendária, “And now for something completly different.”
Em conjunto com as animações de Gilliam, o trabalho de Cleese com Graham Chapman davam ao programa os seus momentos mais negros e irados.
Ao contrário de Michael Palin e Terry Jones, Cleese e Chapman escreviam juntos, na mesma sala. John afirma que o seu processo de escrita consistia nele próprio com um papel e caneta a fazer a maioria do trabalho sozinho, com Graham sentado sem falar durante muito tempo e depois, subitamente, surgir com uma ideia que levava os sketches para outro nível. O exemplo mais citado é o do sketch do Dead Parrot, originalmente o homem reclamava de uma torradeira avariada, mas foi Chapman que deu a ideia de um papagaio morto.
O seu humor envolvia frequentemente pessoas normais, em ambientes comuns, a comportarem-se forma absurda sem qualquer razão aparente. O aspecto de Cleese com a sua altura considerável e o seu sotaque de classe média faziam-no convincente quando representava papéis autoritários, que depois rebaixava. Muitas das suas personagens tinham uma espécie de loucura armazenada, mas mantinham-se inabaláveis enquanto se comportavam de forma incomum.
Chapman e Cleese também se especializaram em sketches onde as personagens têm uma discussão com argumentos bastante articulados sobre assuntos comuns, como em “Cheese Shop”, “Dead Parrot” ou “The Argument Sketch”. Todos estes sketches foram feitos com Michael Palin (que Cleese considera ser o seu Python preferido para trabalhar) o que evidencia um contraste com as personagens comuns e inofensivas que este representava.
Apesar de o programa ter durado 4 temporadas, no principio da terceira, Cleese estava a ficar farto de lidar com os problemas de alcoolismo de Chapman. John também começou a sentir que a escrita do programa tinha perdido qualidade e se estava a começar a repetir. Assim, decidiu abandonar o grupo e seguir em frente com projectos individuais. Apesar de ainda ter ficado para a terceira temporada, a quarta já não contou com ele. No entanto ele continuou a sua amizade com o grupo e voltou a juntar-se aos Monty Python várias vezes, incluindo os filmes Monty Python and the Holy Grail, Life of Brian e The Meaning Of Life, para além de vários programas ao vivo e especiais do grupo.
   

 


Lula da Silva faz hoje 76 anos

      

Luiz Inácio Lula da Silva, nascido Luiz Inácio da Silva (Luís, na ortografia oficial) e mais conhecido como Lula (Caetés, 27 de outubro de 1945), é um político, ex-sindicalista e ex-metalúrgico brasileiro, principal fundador do Partido dos Trabalhadores (PT) e o 35º presidente do Brasil, tendo exercido o cargo de 1 de janeiro de 2003 a 1 de janeiro de 2011. 

    

 (...)   

   

Em julho de 2017, foi condenado em primeira instância no âmbito da Operação Lava Jato a nove anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Com a confirmação em segunda instância da sentença, que aumentou a pena, teve a sua prisão decretada e entregou-se à Polícia Federal em abril de 2018. Em novembro de 2019, Lula foi solto um dia após o STF decidir que a execução da pena só deveria ocorrer com o trânsito em julgado da sentença.

     

in Wikipédia

 

terça-feira, outubro 26, 2021

José Cardoso Pires morreu há vinte e três anos


José Augusto Neves Cardoso Pires (Vila de Rei, São João do Peso, 2 de outubro de 1925 - Lisboa, Campo Grande, 26 de outubro de 1998) foi um escritor português.

 

José Malhoa - o pintor... - morreu há 88 anos

   
José Vital Branco Malhoa (Caldas da Rainha, 28 de abril de 1855Figueiró dos Vinhos, 26 de outubro de 1933) foi um pintor, desenhista e professor português.
     
O Grupo do Leão, 1885, óleo sobre tela de Columbano Bordalo Pinheiro, Museu do Chiado, Lisboa
   
      
O Fado, 1910
             

Bob Hoskins nasceu há 79 anos

   
Robert William "Bob" Hoskins, Jr. (Bury St Edmunds, 26 de outubro de 1942 - Londres, 29 de abril de 2014) foi um ator inglês.

Carreira
Conhecido inicialmente por interpretar personagens brutos, psicopatas e gangsters de origem cockney, em filmes como The Long Good Friday, de 1980, e Mona Lisa, de 1986. Desde então interpretou papéis mais leves e cómicos, como Eddie Valiant em Who Framed Roger Rabbit (Quem Tramou Roger Rabbit?), de 1988, e Smee em Hook, de 1991. Retirou-se em 2012, devido a ter-lhe sido diagnosticada a doença de Parkinson.

Morte 
Hoskins faleceu no dia 29 de abril de 2014 aos 71 anos de idade. A sua agente, Clair Dobbs, anunciou que a sua morte foi devido a uma pneumonia.

Milton Nascimento - 79 anos

    
   
Milton do Nascimento (Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1942), também apelidado de "Bituca", é um cantor e compositor brasileiro, reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da Música Popular Brasileira. Mineiro de coração, tornou-se conhecido nacionalmente, quando a canção "Travessia", composta por ele e Fernando Brant, ocupou a segunda posição no Festival Internacional da Canção, em 1967. Tem como parceiros e músicos que regravaram suas canções nomes como Wayne Shorter, Pat Metheny, Björk, Peter Gabriel, Sarah Vaughan, Chico Buarque, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Fafá de Belém e Elis Regina. Já recebeu 5 prémios Grammy. Em 1998, ganhou o Grammy de Best World Music Album de 1997. Milton já se apresentou na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África.
Até agora, Milton Nascimento já gravou trinta e quatro álbuns. Cantou com dúzias de outros artistas, incluindo Maria Bethânia, Elis Regina, Gal Costa, Jorge Ben Jor, Mercedes Sosa, Caetano Veloso, Simone, Chico Buarque, Clementina de Jesus, Gilberto Gil, Lô Borges, Beto Guedes, Paul Simon, Criolo, Angra, Peter Gabriel, Duran Duran (com quem co-escreveu e gravou a faixa "Breath After Breath", de 1993), Wayne Shorter, Herbie Hancock ou Quincy Jones.
      

 


Simon Le Bon, o vocalista e líder dos Duran Duran, faz hoje 63 anos

      
Simon John Charles Le Bon (Bushey, 27 de outubro de 1958) é um cantor e compositor inglês. Ele é o vocalista e líder da banda pop britânica Duran Duran.
     

 


Hoje é o Dia Nacional da Áustria...

 

Vienna - Ultravox

We walked in the cold air
Freezing breath on the window pain
Lying waiting

A man in the dark in the picture frame
So mystic and soulful.
A voice reaching out and a piercing cry

It stays with you until
The feeling is gone
only you and I
This means nothing to me

This means nothing to me

Oh Vienna

The music is weaving
Haunting notes pizzicato strings

The rhythm is calling
Alone in the night as the daylight brings a cold empty silence
The warmth of your hand and a cold grey sky

It fades to the distance

The image is gone
only you and I
This means nothing to me

This means nothing to me

Oh Vienna

This means nothing to me

This means nothing to me

Oh Vienna

Domenico Scarlatti nasceu há 336 anos

      
Giuseppe Domenico Scarlatti (Nápoles, 26 de outubro de 1685 - Madrid, 23 de julho de 1757) foi um compositor italiano
Filho do também músico e compositor Alessandro Scarlatti, as suas maiores contribuições para a música foram as suas sonatas para teclado num único movimento, em que empreendeu abordagens harmónicas bastante inovadoras, apesar de ter composto também obras para orquestra e voz. Embora tenha vivido no período que corresponde ao auge da música barroca europeia, suas composições, mais leves e homofónicas, têm estilo mais próximo daquele do início do período clássico.
Domenico Scarlatti nasceu no mesmo ano em que nasceram dois outros grandes mestres do barroco, Johann Sebastian Bach e Georg Friedrich Händel. Foi o sexto de dez filhos e o irmão mais novo de Pietro Filippo Scarlatti, também músico. O mais provável é que tenha recebido as primeiras lições de música com seu pai. Outros compositores que também podem ter sido seus professores foram: Gaetano Greco, Francesco Gasparini e Bernardo Pasquini, que parecem ter influenciado seu estilo musical.
Scarlatti se tornou compositor e organista na capela real de Nápoles em 1701. Em 1704, ele fez uma revisão à ópera Irene de Carlo Francesco Pollarolo para ser apresentada em Nápoles. Pouco depois seu pai o mandou para Veneza. Não existem registos a seu respeito nos próximos quatro anos. Em 1709, ele foi a Roma a serviço da rainha polaca, então no exílio, Marie Casimire, onde ele encontrou Thomas Roseingrave que liderou em Londres uma entusiástica recepção às sonatas do compositor. Já um cravista renomado, há uma história de que numa competição com Georg Friedrich Händel, no palácio do cardeal Ottoboni, em Roma, ele talvez tenha sido julgado superior a Händel naquele instrumento, embora inferior com relação ao órgão. Mais tarde, Scarlatti ficou conhecido pela veneração com que se referia às habilidades de Händel.
Também, enquanto em Roma, Scarlatti compôs várias óperas para o teatro particular da Rainha Casimire. Ele foi maestro di cappella em São Pedro, de 1715 a 1719 e, neste último ano, foi a Londres para dirigir sua ópera Narciso no King's Theatre.
Em 1720, ou 1721, Scarlatti foi a Lisboa, onde ensinou música à princesa portuguesa Maria Magdalena Bárbara (Maria Bárbara de Bragança). Esteve novamente em Nápoles, em 1725. Durante uma visita a Roma, em 1728, casou-se com Maria Caterina Gentili. Em 1729 mudou-se para Sevilha onde permaneceu por quatro anos. Ali veio a conhecer o flamenco. Em 1733, foi a Madrid para assumir o cargo de maestro de música da princesa Maria Bárbara, que se casara com o Príncipe Herdeiro de Espanha. D. Maria Bárbara tornou-se rainha da Espanha e ele permaneceu no país por cerca de vinte e cinco anos, tendo, ali, sido pai de cinco filhos. Depois da morte de sua esposa, em 1742, desposou uma espanhola, Anastasia Maxarti Ximenes. Durante o período que permaneceu na Espanha, Scarlatti compôs mais de quinhentas sonatas para teclado e é por esses trabalhos que ele hoje é lembrado.
Scarlatti foi amigo do cantor castrato Farinelli, um napolitano que estava sendo patrocinado pela casa real, em Madrid. O musicólogo Ralph Kirkpatrick reconhece que a correspondência de Scarlatti com Farinelli fornece "a informação mais direta sobre [o compositor] que foi deixada para os nossos dias".
Domenico Scarlatti faleceu em Madrid, com 71 anos. A sua casa na Calle Leganitos é identificada com uma placa histórica e seus descendentes ainda vivem naquela cidade.
    

 


William Hogarth morreu há 257 anos

   
William Hogarth (Londres, 10 de novembro de 1697 - Londres, 26 de outubro de  1764) foi um pintor, gravador e ilustrador inglês. O seu trabalho se estendeu de excelentes retratos realistas a histórias em quadradinhos como séries de imagens chamadas "assuntos morais modernos". Muito do seu trabalho, embora às vezes vicioso, satirizavam a política contemporânea e as alfândegas. Ilustrações de tal estilo são muitas vezes referidas como hogartianas.
     
Início de vida
William Hogarth nasceu em Bartholomew Close, Londres, filho de Richard Hogarth, um pobre professor de latim e escritor de livros didáticos, e Anne Gibbons. Na sua juventude foi aprendiz do gravurista Ellis Gamble, em Leicester Fields, onde aprendeu a fazer gravaras de cartões de comércio e produtos similares. Jovem, Hogarth também teve um vivo interesse pela vida na rua da metrópole e as feiras de Londres, e divertiu-se desenhando as personagens que via. Na mesma época o seu pai, que tinha aberto um café de língua latina mal sucedida na St John's Gate, foi detido por dívidas na prisão de Fleet, durante cinco anos. Hogarth nunca falou da prisão de seu pai.
Tornou-se um membro do clube de artistas Rose and Crown Club, com Peter Tillemans, George Vertue, Michael Dahl e outros artistas e apreciadores.
     
Breakfeast Scene de Marriage à la Mode
   

D. Miguel I nasceu há 219 anos

     
D. Miguel I de Portugal (nome completo: Miguel Maria do Patrocínio João Carlos Francisco de Assis Xavier de Paula Pedro de Alcântara António Rafael Gabriel Joaquim José Gonzaga Evaristo de Bragança e Bourbon - Queluz, 26 de outubro de 1802 - Jagdschloss Karlshöhe, Esselbach, Grão-ducado de Baden, 14 de novembro de 1866) foi Rei de Portugal entre 1828 e 1834, tendo sido o terceiro filho do rei D. João VI e de D. Carlota Joaquina de Bourbon.
Foi detentor, sucessivamente, dos títulos de Infante de Portugal, Senhor do Infantado e duque de Beja, duque de Bragança e senhor de Samora Correia, Príncipe-regente de Portugal e, posteriormente, Rei de Portugal.
     
      

O poeta Murillo Araujo nasceu há 127 anos

(imagem daqui)
       
Murillo Araujo (Serro, 26 de outubro de 1894 - Rio de Janeiro, 1 de agosto de 1980) foi um poeta brasileiro.
    
   
Murillo Araujo mudou-se em 1907 para o Rio de Janeiro e ingressou como interno no Colégio Pedro II, onde mais tarde seria professor de desenho. Embora se formasse em Direito (1921), pouco exerceu dessa profissão, dedicando-se ao jornalismo.
Murillo Araujo foi um dos expoentes do Modernismo, movimento que foi um dos pioneiros ao publicar, em 1917, o livro Carrilhões, cinco anos antes da Semana de Arte Moderna
   
(...)
 
Murillo e a música Parte das suas poesias chegou a ser musicada. O compositor Heitor Villa-Lobos (Rio de Janeiro, 1887 - Rio de Janeiro, 1959) compôs três obras com letras dele, Canção da Imprensa (1940), Juramento e Canção de Cristal (1955).
O poeta foi musicado também por Francisco Braga (Rio de Janeiro, 1868 - idem, 1945), o autor do Hino à Bandeira, na música Moreninha, Eleazar de Carvalho (Igatu - CE, 1912 - São Paulo, 1996) - em Canto a Porto Seguro -, Luciano Gallet (Rio de Janeiro, 1893 - idem, 1931) - em Interpretações-, Heckel Tavares (Satuba, AL, 1896 - Rio de Janeiro, 1969) - Banzo, Oração do Guerreiro, Funeral d´um rei Nagô, Três canções de Natal e Anhangüera; e Fernando Lobo - que adotou o pseudónimo de Marcelo Tupinambá, compositor popular brasileiro (Tietê, SP, 1892 - São Paulo, 1953) - Treva Noturna.
Murillo Araujo compôs Canto Heróico do Liceu de Artes e Ofícios e Canta, Canta, Passarinho, cujo arranjo é de Vila-Lobos.
    
    
Visão

Tenho à noite a visão de que a estrelas de ouro
vão descendo ao meu sonho e vêm dançando em coro.

Sinto-as numa nevrose...
numa fascinação... numa alucinação!
– quer agonie ou goze —
eu as sinto nevoentas,
lânguidas e luarentas,
uma por uma dando o pálido clarão!

Uma diz: “chamo-me Apoteose!”
Outra diz: “chamo-me Afeição!”
Outra é, levíssima, a Confiança,
Outra — a Lembrança
Outra — a Ambição...

E assim tenho a visão de que as estrelas de ouro
Vêm, dançando, ao meu sonho e vão descendo em coro.

Mas choro de aflição...
pois falta estrela que procuro em choro,
falta a que foi na terra um vulto louro,
falta a que está nos céus, e acha desdouro
descer e iluminar-me o coração!...
  
  
in
Carrilhões (1917) - Murillo Araujo

Mahalia Jackson nasceu há 110 anos

   
Mahalia Jackson (Nova Orleans, 26 de outubro de 1911 - Chicago, 27 de janeiro de 1972) foi uma das principais cantoras gospel dos Estados Unidos no século 20.
Mahalia começou sua carreira cantando em corais Gospel, estilo musical que a acompanhou por toda a carreira.
Em 1937, com 26 anos, Mahalia gravou seu primeiro disco sob o selo The Decca Coral, com as seguintes canções: "God's Gonna Separate The Wheat From The Tares," "My Lord," "Keep Me Everyday," and "God Shall Wipe All Tears Away.". O disco não foi um sucesso financeiro e o Decca Coral não renovou. Em 1947 (dez anos depois), ela gravou com o selo Apollo a música "Move On Up A Little Higher", um sucesso tão grande que vendeu 8 milhões de cópias, esgotando em todas as lojas. A música entrou para o Hall of Fame dos Prémios Grammy em 1998.
Posteriormente, gravou sucessos como "Let the Power of the Holy Ghost Fall on Me" (1949), "Silent Night, Holy Night", que também tiveram incrível sucesso na Europa.
Em 1950 ela se tornou a primeira cantora gospel a cantar no Carnegie Hall de Nova York. Em 1952, começou uma tourneé pela Europa e foi aclamada pela crítica como "A maior cantor Gospel de todos os tempos". Também foi a primeira cantora gospel a cantar no consagrado festival The Newport Jazz Festival (em 1958 e 1959)
Teve uma participação especial no filme "Imitação da Vida" (Imitation of Life), de 1959, dirigido por Douglas Sirk e interpretado por Lana Turner e Sandra Dee.
Em 1961, Mahalia cantou na posse do presidente norte-americano John Kennedy.
Em 1963 ela cantou para 250 mil pessoas, na ocasião em que Martin Luther King Jr. fez o seu famoso discurso "I Have a Dream" ("Eu tenho um sonho", discurso pelos direitos civis amplamente conhecido nos Estados Unidos). Também cantou "Take My Hand, Precious Lord" no funeral de Martin Luther King Jr.
O seu último álbum foi Guide Me, O Thou Great Jehovah (1969). Encerrou a carreira em 1971 com um show na Alemanha e com aparições final no The Flip Wilson Show nos Estados Unidos.
Mahalia também ficou conhecida por seu esforço em ajudar ao próximo, criando a Mahalia Jackson Scholarship Foundation, para jovens que gostariam de entrar para a universidade. Por seus esforços recebeu o The Silver Dove Award.
Em 1978, Mahalia Jackson foi postumamente recebida no GMA Gospel Music Hall of Fame.

 


O Brasil declarou guerra à Alemanha e entrou na I Guerra Mundial há 104 anos

O presidente da República Venceslau Brás declara guerra contra o Império Alemão e seus aliados

O Brasil na Primeira Guerra Mundial (1914-1918) tinha uma posição respaldada pela Convenção de Haia, mantendo-se inicialmente neutro, buscando não restringir os seus produtos exportados na época, principalmente o café. O Brasil foi o único país latino-americano que participou efetivamente na Primeira Guerra Mundial (sem contar com declarações de guerra sem efeitos práticos).

Fase inicial
O Brasil declarou a sua neutralidade em 4 de agosto de 1914. Desta forma, somente um navio brasileiro, o Rio Branco, foi afundado por um submarino alemão nos primeiros anos da guerra em 1916, mas este estava em águas restritas, operando a serviço inglês e com a maior parte de sua tripulação sendo composta por noruegueses, de forma que, apesar da comoção nacional que o fato gerou, não poderia ser considerado como um ataque ilegal dos alemães.
No início da guerra, apesar de neutro, o Brasil enfrentava uma situação social e econômica complicada. A sua economia era basicamente fundamentada na exportação de apenas um produto agrícola, o café. Como este não era essencial, suas exportações (e as rendas alfandegárias, a principal fonte de recursos do governo) diminuíram com o conflito. Isto se acentuou mais com o bloqueio alemão e, depois, com a proibição à importação de café feita pela Inglaterra em 1917, que passou a considerar o espaço de carga nos navios necessário para produtos mais vitais, haja vista as grandes perdas causadas pelos afundamentos de navios mercantes pelos alemães.
As relações entre Brasil e o Império Alemão foram abaladas pela decisão alemã de autorizar seus submarinos a afundar qualquer navio que entrasse nas zonas de bloqueio. No dia 5 de abril de 1917 o vapor brasileiro Paraná, um dos maiores navios da marinha mercante (4.466 toneladas), carregado de café, navegando de acordo com as exigências feitas a países neutros, foi atacado por um submarino alemão a milhas do cabo Barfleur, na França, e três brasileiros foram mortos.

Manifestações populares
Quando a notícia do afundamento do vapor Paraná chegou ao Brasil poucos dias depois, eclodiram diversas manifestações populares nas capitais. O ministro de relações exteriores, Lauro Müller, de origem alemã e favorável à neutralidade na guerra, foi obrigado a renunciar. Em Porto Alegre, passeatas foram organizadas com milhares de pessoas. Inicialmente pacíficas, as manifestações passaram a atacar estabelecimentos comerciais de propriedades de alemães ou descendentes - o Hotel Schmidt , a Sociedade Germânia, o clube Turnebund e o jornal Deutsche Zeitung foram invadidos, pilhados e queimados.
Em 1 de novembro uma multidão danificou casas, clubes e fábricas em Petrópolis, entre eles o restaurante Brahma (completamente destruído), a Gesellschaft Germania, a escola alemã, a empresa Arp, o Diário Alemão, entre outros.
Ao mesmo tempo, em outras capitais houve pequenos distúrbios. Novos episódios com violência só ocorreriam quando da declaração de guerra do Brasil à Alemanha em outubro.
Por outro lado, sindicalistas, pacifistas, anarquistas e comunistas se colocavam contra a guerra e acusavam o governo de estar desviando a atenção dos problemas internos, entrando em choque por vezes com os grupos nacionalistas favoráveis a entrada do país no conflito. À greve geral de 1917, seguiu-se acentuada de uma violenta repressão, usando a "Declaração de Guerra" em outubro do mesmo ano para declarar estado de sítio e perseguir opositores, o que provocou por exemplo uma tentativa de insurreição anarquista em 1918.
  
Consequências diplomáticas
No dia 11 de abril de 1917 o Brasil rompeu relações diplomáticas com o bloco germânico, e, em 20 de maio, o navio Tijuca foi torpedeado perto da costa francesa por submarino alemão. Nos meses seguintes, o governo brasileiro confiscou 42 navios alemães que estavam em portos brasileiros, como uma indemnização de guerra, essa quantidade considerável de navios passou a corresponder a um quarto da frota brasileira.
No dia 26 de maio de 1917, o vapor brasileiro Lapa foi atingido por três tiros do canhão de um submarino alemão.
Em 18 de outubro de 1917, um outro navio mercante, Macau, foi torpedeado por submarino alemão U-93.
No dia 23 de outubro de 1917 o cargueiro nacional Macau, um dos navios arrestados, foi torpedeado por um submarino alemão U-93, perto da costa da Espanha, e seu comandante feito prisioneiro.
Com a pressão popular contra a Alemanha, no dia 26 de outubro de 1917, o país declarou guerra à aliança germânica.
Nos dias 1 e 3 de novembro de 1917 os navios Acari e Guaíba, respectivamente, foram torpedeados, próximo do cabo de São Vicente, em Portugal, por um submarino alemão U-151.

Marcello Caetano, último primeiro-ministro da II República, morreu há 41 anos

     
Marcello José das Neves Alves Caetano (Lisboa, 17 de agosto de 1906 - Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1980) foi um jurisconsulto, professor de direito e político português. Proeminente figura durante o regime salazarista, foi o último Presidente do Conselho (primeiro-ministro) do Estado Novo.