quinta-feira, setembro 24, 2020

Linda McCartney nasceu há 79 anos

 

   

Linda McCartney (Nova Iorque, 24 de setembro de 1941 - Tucson, 17 de abril de 1998), Lady McCartney, batizada com o nome de Linda Louise Eastman foi uma fotógrafa dos Estados Unidos, da editora Rolling Stone Magazine, música e ativista dedicada a divulgar abusos contra os animais. Tornou-se famosa mundialmente por casar-se com Paul McCartney, em 12 de março de 1969, na ocasião, o baixista do grupo de rock inglês The Beatles.
    

  

Os Mórmons acabaram com a poligamia há 130 anos

 

Uma família mórmon polígama em 1888
   
O Manifesto mórmon de 1890, às vezes chamado simplesmente de O Manifesto, é uma publicação de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que desmentiu oficialmente a prática contínua do casamento plural na Igreja Mórmon. Assinado por Wilford Woodruff, que afirmou ter tido uma revelação de Jesus Cristo sobre o assunto, a 24 de setembro de 1890, o manifesto foi uma resposta à crescente pressão anti-poligamia do Congresso dos Estados Unidos, que em 1890 foi responsável pela desintegração da igreja e confiscação dos seus bens materiais, além da prisão de muitos líderes mórmons.
   

Shawn Crahan, percussionista dos Slipknot, faz hoje 51 anos

 

  
Michael Shawn Crahan (Des Moines, Iowa, 24 de setembro de 1969) também conhecido como Clown, Kong ou pelo numeral (# 6), é um músico americano conhecido como percussionista e fundador da banda de new metal Slipknot, é também o baterista das bandas To My Surprise e Dirty Little Rabbits.

   

 


Duarte Lobo morreu há 374 anos

 

   
Duarte Lobo (?, circa 1565 24 de setembro de 1646) foi um compositor português da época do Renascimento tardio e barroco inicial. Foi o mais famoso compositor português da sua época. Em conjunto com Filipe de Magalhães, Manuel Cardoso e o Rei D. João IV, é considerado um dos músicos da "época dourada" da polifonia portuguesa.
Sabe-se pouco da sua vida. Terá nascido em Alcáçovas ou em Lisboa, e sabe-se que foi aluno de Manuel Mendes em Évora. O seu primeiro trabalho terá sido o de mestre de capela da catedral de Évora; em 1594 era mestre de capela em Lisboa. Ensinou música no Colégio do Claustro da Sé em Lisboa, onde se manteve pelo menos até 1639. Mais tarde dirigiu na capital a capela do Seminário de São Bartolomeu. Assinava as suas obras como Eduardus Lupus.
Embora cronologicamente a sua vida se sobreponha à época do Barroco, escreveu, tal como Manuel Cardoso, música essencialmente ao estilo e técnica contrapontística da Renascença, como a da polifonia de Palestrina, tal como se poderia esperar por ter vivido numa zona isolada das inovações musicais de Itália e Alemanha. Publicou seis livros de música sacra, incluindo missas, responsórios, antífonas, magnificats e motetes.
A sua música é altamente atractiva, com força expressiva, tirando partido das características rítmicas e harmónicas do texto latino, em conformidade com as disposições do Concílio de Trento.
Encontram-se dispersos por diversas cidades (Coimbra, Évora, Vila Viçosa, Valladolid, Sevilha, Munique, Londres e Viena) os exemplares de praticamente tudo o que da sua obra foi editado em Antuérpia (Plantin, 1602-1639) e em Lisboa (Craesbeck, 1607).

 


Paul Newman morreu há doze anos...

 

  
Filho de um bem sucedido comerciante de artigos desportivos, Newman começou a carreira em peças do colégio e, após obter a dispensa da marinha americana, em 1946, foi estudar no Kenyon College. Após a formatura, ele passou um ano na Yale Drama School, indo depois para Nova Iorque, onde entrou para uma escola de formação de atores de renome, a Actors Studio, dirigida por Lee Strasberg.
 
Carreira
Depois da sua primeira aparição na Broadway, em Picnic (1953), foi-lhe oferecido um contrato pela Warner Bros.. O seu primeiro filme, The Silver Chalice, de 1954, foi quase o seu último: considerou a sua performance tão má que publicou um anúncio de página inteira num jornal pedindo desculpas a quem tivesse visto o filme.
Saiu-se muito melhor na sua segunda tentativa, em Marcado pelo Ódio (1956), onde deu vida ao boxer Rocky Graziano e foi aclamado pela crítica por sua grande atuação.
Com Cat on a Hot Tin Roof (Gata em Telhado de Zinco Quente) e The Long Hot Summer (Paixões que Escaldam), cuja atuação lhe valeu o prémio de melhor ator no Festival de Cannes, estabelecendo-o como novo astro de Hollywood no fim da década de 50, Paul tornou-se um líder de bilheteiras da década seguinte, estrelando filmes como The Hustler (A Vida é um Jogo, 1961), The Prize (O Prémio), 1963), Hud (O mais selvagem entre mil, 1963), Cool Hand Luke (O presidiário, 1967) e Hombre (1967), fechando os anos 60 com o mega sucesso de crítica e bilheteira mundial Butch Cassidy and the Sundance Kid (Dois Homens e um Destino, 1969), ao lado de Robert Redford.
A dupla trabalharia junta quatro anos depois, em A Golpada, de George Roy Hill, outro grande sucesso de Newman e vencedor do Óscar de melhor filme de 1973.
Também produziu e dirigiu muitos filmes de qualidade, incluindo Rachel, Rachel (1968), estrelado pela esposa Joanne Woodward e com o qual foi premiado com o Globo de Ouro de melhor diretor. Indicado dez vezes pela Academia como melhor ator, finalmente venceu pela sua atuação em The Color of Money (A Cor do Dinheiro, 1986). Por curiosidade, no ano anterior havia recebido um Óscar especial, pelo conjunto da carreira.
Outros filmes importantes de Paul Newman são: Cat on a Hot Tin Roof (Gata em Telhado de Zinco Quente, 1958), The Long Hot Summer (Paixões que Escaldam, 1958), Exodus (1960), Sweet Bird of Youth (Corações na Penumbra), onde refez no cinema o mesmo papel que já havia feito na Broadway (1962), Torn Curtain (Cortina Rasgada, 1966), The Towering Inferno (Torre do Inferno, 1974), Absence of Malice (Ausência de Malícia, 1981) e The Verdict (O Veredicto, 1982).
Fazendo menos filmes na década de 90, e dedicando-se mais à sua fábrica de molhos e condimentos, Newman's Own (com a qual ganhou mais dinheiro que no cinema, porém dedicou quase todo o lucro à caridade e à sua equipa de corridas de automóveis), Paul reapareceu em grande estilo, já aos 77 anos, em Road to Perdition (Caminho para Perdição, 2002), trabalhando com Tom Hanks e o futuro James Bond, Daniel Craig, e foi novamente indicado para o Óscar, desta vez como ator coadjuvante. Em 1995, ganhou o Urso de Prata no Festival de Berlim como melhor ator no filme Nobody's Fool.
  
   
Nomeações para o Óscar
 
Política e velocidade
Newman também foi conhecido por seu apoio a causas políticas liberais nos Estados Unidos. Nos anos 60, esteve bastante envolvido na campanha de candidatos democratas à Presidência. O seu forte apoio à Eugene McCarthy, em 1968, fazendo diversos anúncios de televisão a favor do candidato democrata, fez Richard Nixon, o adversário de McCarthy e que acabou por ser eleito, colocá-lo em 19º lugar numa lista dos seus piores inimigos, o que fez Newman declarar que esta seria uma das maiores honras da sua vida.
A sua paixão pelo automobilismo e pela velocidade ficaram famosas. Apesar de daltónico, dos anos 70 aos 90 Newman destacou-se como piloto amador, correndo em carros de desporto nos Estados Unidos e na Europa, onde chegou a conseguir um segundo lugar nas 24 Horas de Le Mans com um Porsche 935. Nos anos 1980 envolveu-se na Fórmula Indy, onde se tornou sócio-proprietário da equipe Newman-Haas Racing, equipa vencedora de quatro títulos da Champ Car. Aos setenta anos, foi o mais velho piloto a vencer uma corrida de prestígio, ao fazer parte do equipa de pilotos do carro que venceu as 24 Horas de Daytona de 1995.
  
(imagem daqui)
    
Cancro e morte
Newman, ex-fumador inveterado, padeceu durante muito tempo de cancro do pulmão. Em maio de 2008, foi afastado da direção de uma versão de Ratos e homens, baseada no livro de John Steinbeck, após a doença ter sido diagnosticada no hospital Sloan-Kettering Cancer Centre, em Nova York.
Em março de 2008, Newman negou boatos de que estaria com cancro, depois de ter faltado a um evento beneficente da instituição infantil Hole in The Wall Gang, criada por ele. No mesmo mês, ele cancelou uma aparição no talk show The Late Show with David Letterman. O seu porta-voz, Warren Cowan, ocultou a sua hospitalização insistindo que o ator estava "recebendo tratamento para pé-de-atleta e queda de cabelo". O jornal New York Post divulgou que um paciente de cancro disse ter visto Newman, em março de 2008, regularmente no oncologista.
Em agosto, após encerrar as sessões de quimioterapia contra o cancro, o ator Paul Newman foi informado de que teria poucas semanas de vida e pediu aos médicos e aos seus familiares para deixar o hospital e ser levado à sua casa, em Westport, no estado americano de Connecticut, onde morreu a 26 de setembro de 2008, rodeado dos seus familiares e amigos, incluindo a sua esposa, Joanne Woodward, com quem esteve casado 50 anos, e os seus três filhos. O seu corpo foi cremado, após um serviço fúnebre privado, perto da sua casa, em Westport. Com Paul Newman morto, já não puderam colocar a sua voz como Doc Hudson em Carros 2.
    

quarta-feira, setembro 23, 2020

Neptuno foi descoberto há 174 anos

 

Fotografia feita pela sonda Voyager 2 ao passar pelo planeta em 1989
   
Neptuno é o oitavo planeta do Sistema Solar, o último a partir do Sol, desde a reclassificação de Plutão para a categoria de planeta anão, em 2006. Pertencente ao grupo dos gigantes gasosos, possui um tamanho ligeiramente menor que o de Urano, mas maior massa, equivalente a 17 massas terrestres. Neptuno orbita o Sol a uma distância média de 30,1 unidades astronómicas.
O planeta é formado por um pequeno núcleo rochoso ao redor do qual encontra-se uma camada formada possivelmente por água, amónia e metano sobre a qual se situa a sua turbulenta atmosfera, constituída predominantemente de hidrogénio e hélio. De facto, notáveis eventos climáticos ocorrem em Neptuno, inclusive a formação de diversas camadas de nuvens, tempestades ciclónicas visíveis, como a já extinta Grande Mancha Escura, além dos ventos mais rápidos do Sistema Solar, que atingem mais de 2.000 km/h. A radiação solar recebida por Neptuno não seria suficiente para fornecer tamanha energia à turbulenta atmosfera, pelo que se descobriu que o calor irradiado do centro do planeta possui um papel importante na manutenção destes eventos meteorológicos extremos. A pequena quantidade de metano nas camadas altas da atmosfera é, em parte, responsável pela coloração azul do planeta.
Ao redor de Neptuno orbitam catorze satélites naturais conhecidos, dos quais se destaca Tritão, de longe o maior. Um ténue e incomum sistema de anéis também existe, exibindo uma estrutura irregular com concentrações de material que formam arcos. A sua influência gravitacional afeta as órbitas de corpos menores situados mais além, na Nuvem de Kuiper, entrando em ressonância orbital.
Visto da Terra, Neptuno apresenta uma alta magnitude (quanto mais brilhante o astro, menor sua magnitude), sendo impossível observá-lo a olho nu. Suspeitou-se de sua existência somente após a observação cuidadosa da órbita de Urano, que apresentava ligeiras irregularidades por conta da perturbação gravitacional de Neptuno. Após análise matemática com conclusões obtidas independentemente por John Couch Adams e Urbain Le Verrier, obtiveram as posições aproximadas de onde o planeta deveria estar na esfera celeste. Após diversas buscas com o auxílio de telescópios, em 23 de setembro de 1846, encontraram o planeta, cujo nome escolhido posteriormente homenageia o deus romano dos mares. Até o presente momento, a única sonda espacial que visitou o planeta foi a Voyager 2, em 1989, cuja passagem permitiu obter fotografias e informações sem precedentes, ainda sendo a principal fonte de dados sobre o que atualmente se conhece sobre o planeta.
   

John Coltrane nasceu há 94 anos

 

   
John William Coltrane (Hamlet, Carolina do Norte, 23 de setembro de 1926 - Long Island, Nova Iorque, 17 de julho de 1967) foi um saxofonista e compositor de jazz norte-americano, habitualmente considerado pela crítica especializada como o maior sax tenor do jazz e um dos maiores jazzistas e compositores deste género de todos os tempos. A sua influência no mundo da música ultrapassa os limites do jazz, indo desde o rock até à música erudita.
Atuou principalmente durante as décadas de 50 e 60. Embora tocasse antes de 1955, os seus principais anos foram entre 1955 e 1967, durante os quais reformulou o jazz e influenciou gerações de outros músicos. As gravações de Coltrane foram prolíficas: ele lançou cerca de 50 gravações como líder nesses doze anos e apareceu em outras tantas lideradas por outro músicos. Através da sua carreira, a música de Coltrane foi tomando progressivamente uma dimensão espiritual que iria consagrar o seu legado musical.
Junto com os saxofonistas tenores Coleman Hawkins, Lester Young e Sonny Rollins, Coltrane mudou as perspectivas do seu instrumento. Coltrane recebeu uma citação especial do Prémio Pulitzer em 2007.
  
(...)
  
A Igreja Ortodoxa Africana Saint John Coltrane, uma Igreja Ortodoxa Africana de São Francisco, considerou, em 1971, Coltrane como um santo, incorporando a música de Coltrane, com as suas letras, no seu culto.
  
Ícone de Coltrane na Saint John Coltrane African Orthodox Church
   

 


Hoje é dia de recordar Ray Charles - Georgia On My Mind...

Bruce Springsteen - 71 anos

 

   
Bruce Frederick Joseph Springsteen (Long Branch, 23 de setembro de 1949) é um influente cantor, compositor e guitarrista dos Estados Unidos. Na sua carreira, iniciada em 1969, Bruce já recebeu vários prémios importantes, como vinte Grammys, quatro American Music Awards e um Óscar.

Bruce, nas suas letras, deixa evidenciado o seu patriotismo, e é uma espécie de porta-voz dos trabalhadores, muitas vezes mencionados nas suas canções. O álbum Born to Run está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

O artista também participou da música "We Are the World", uma parceria de 45 cantores que tinha o objetivo de arrecadar fundos para o combate da fome na África, escrita por Michael Jackson e Lionel Richie. Os 45 astros formaram o grupo USA for Africa. Bruce já vendeu mais de 120 milhões de discos. 

   

   
    in Wikipédia

   


Julio Iglesias - 77 anos

 

       
Julio José Iglesias Puga de la Cueva (Madrid, 23 de setembro de 1943) é um ex-futebolista, cantor, compositor e empresário espanhol de fama internacional.
   
O Guiness World Records elegeu-o como o artista latino mais bem sucedido da história.
   

 


António Ramos Rosa morreu há sete anos

 

(imagem daqui)

   

António Victor Ramos Rosa (Faro, 17 de outubro de 1924 - Lisboa, 23 de setembro de 2013), foi um poeta, tradutor e desenhador português.

Ramos Rosa estudou em Faro, não tendo acabado o ensino secundário por questões de saúde. Em 1958 publica no jornal «A Voz de Loulé» o poema "Os dias, sem matéria". No mesmo ano sai o seu primeiro livro «O Grito Claro», n.º 1 da colecção de poesia «A Palavra», editada em Faro e dirigida pelo seu amigo e também poeta Casimiro de Brito. Ainda nesse ano inicia a publicação da revista «Cadernos do Meio-Dia», que em 1960 encerra a edição por ordem da polícia política, a PIDE.
Foi um dos fundadores da revista de poesia Árvore, existente entre 1951 e 1953.
Fez parte do MUD Juvenil.
O seu nome foi dado à Biblioteca Municipal de Faro. Em 2003, a Universidade do Algarve, atribui-lhe o grau de Doutor Honoris Causa.
    

   

Nascimento último
  
Como se não tivesse substância e de membros apagados.
Desejaria enrolar-me numa folha e dormir na sombra.
E germinar no sono, germinar na árvore.
Tudo acabaria na noite, lentamente, sob uma chuva densa.
Tudo acabaria pelo mais alto desejo num sorriso de nada.
No encontro e no abandono, na última nudez,
respiraria ao ritmo do vento, na relação mais viva.
Seria de novo o gérmen que fui, o rosto indivisível.
E ébrias as palavras diriam o vinho e a argila
e o repouso do ser no ser, os seus obscuros terraços.
Entre rumores e rios a morte perder-se-ia.

 

in No Calcanhar do Vento (1987) - António Ramos Rosa

O Padre Pio de Pietrelcina morreu há 52 anos

 

   
Padre Pio de Pietrelcina, nascido Francesco Forgione (Pietrelcina, 25 de maio de 1887 - San Giovanni Rotondo, 23 de setembro de 1968) foi um sacerdote católico italiano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, elevado a santo pela Igreja Católica como São Pio de Pietrelcina.
Foi ainda em vida, de uma veneração popular de grandes proporções, principalmente por uma de suas capacidades de curar os enfermos.
   
Canonização
O procedimento que levou à sua canonização teve início com o nihil obstat de 29 de novembro de 1982. Em 20 de março de 1993 foi começado o processo diocesano para sua canonização. Em 21 de janeiro de 1990 Padre Pio foi proclamado "venerável", beatificado em 2 de maio de 1999 e foi canonizado em 16 de junho de 2002, proclamado na Praça de São Pedro pelo pontífice Papa João Paulo II como São Pio de Pietrelcina.
A sua festa litúrgica é celebrada dia 23 de setembro.
No dia seguinte à sua canonização, o Santo Padre Papa João Paulo II disse que "Acima de tudo, ele foi um religioso que sinceramente amou Cristo crucificado... Ele participou no mistério da Cruz."
   
Foto do Padre Pio de Pietrelcina com os estigmas
   

Mickey Rooney nasceu há um século


 

Mickey Rooney, nome artístico de Joseph Yule, Jr. (Brooklyn, 23 de setembro de 1920 - Los Angeles, 6 de abril de 2014), foi um ator e apresentador norte-americano, que atuou no cinema, televisão e teatro e recebeu diversos prémios ao longo de sua carreira - incluindo o Óscar, o Globo de Ouro e o Emmy. Mais conhecido pelo seu trabalho como Andy Hardy, Rooney foi considerado pelo Livro Guiness dos Recordes como o ator com a mais longa carreira no palco e nas telas.

 

in Wikipédia

Pablo Neruda morreu há 47 anos

 

   
Pablo Neruda, pseudónimo de Ricardo Eliécer Neftalí Reyes Basoalto (Parral, 12 de Julho de 1904 - Santiago, 23 de setembro de 1973) foi um poeta chileno, bem como um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX e cônsul do Chile na Espanha (de 1934 a 1938) e no México. Neruda recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 1971.
  
(...)
  
Morreu em Santiago do Chile a 23 de setembro de 1973, de cancro na próstata. Depois do golpe militar de 11 de setembro a sua saúde havia-se agravado e no dia 19 é transferido, de urgência, da sua casa na Isla Negra para Santiago, onde veio a morrer, no dia 23 às 22.30 horas na Clínica Santa Maria. Em 2011 um artigo recolheu declarações de Manuel Araya Osorio, assistente do poeta desde novembro de 1972 até à sua morte, que assegurava que Neruda havia sido assassinado na clínica com uma injeção letal. A casa de Neruda em Santiago foi saqueada depois do golpe encabeçado pelo general Augusto Pinochet e os seus livros, incendiados. O funeral do poeta foi realizado no Cementerio General. Teve a presença dos membros da direção do Partido Comunista, mesmo estando na condições de perseguidos pelo regime terrorista de Pinochet. Ainda que cercados por soldados armados, escutou-se gritos desafiantes em homenagem a Neruda e Salvador Allende, em conjunto o entoar da Internacional. Depois do funeral, muitos dos participantes não puderam fugir e acabaram engrossando a lista de mortos e desaparecidos pela ditadura.
Encontra-se sepultado numa sua propriedade, na Isla Negra, Santiago, no Chile. Postumamente foram publicadas as suas memórias, em 1974, com o título Confesso que vivi .
   
  
Déjame sueltas las manos


Déjame sueltas las manos
y el corazón, déjame libre!
Deja que mis dedos corran
por los caminos de tu cuerpo.
La pasión —sangre, fuego, besos—
me incendia a llamaradas trémulas.
Ay, tú no sabes lo que es esto!

Es la tempestad de mis sentidos
doblegando la selva sensible de mis nervios.
Es la carne que grita con sus ardientes lenguas!
Es el incendio!
Y estás aquí, mujer, como un madero intacto
ahora que vuela toda mi vida hecha cenizas
hacia tu cuerpo lleno, como la noche, de astros!

Déjame libre las manos
y el corazón, déjame libre!
Yo sólo te deseo, yo sólo te deseo!
No es amor, es deseo que se agosta y se extingue,
es precipitación de furias,
acercamiento de lo imposible,
pero estás tú,
estás para dármelo todo,
y a darme lo que tienes a la tierra viniste—
como yo para contenerte,
y desearte,
y recibirte!

Ray Charles nasceu há noventa anos!

  

Ray Charles (Albany, 23 de setembro de 1930Los Angeles, 10 de junho de 2004) foi um pianista norte-americano, pioneiro e cantor de música soul, blues, jazz que ajudou a definir o seu formato ainda no fim dos anos 50, além de um inovador intérprete de R&B.
O seu nome de batismo, Ray Charles Robinson, foi encurtado para Ray Charles quando entrou na indústria do entretenimento, para não ser confundido com o famoso boxer Sugar Ray Robinson. Considerado um dos maiores génios da música negra norte-americana, Ray Charles também foi um dos responsáveis pela introdução de ritmo gospel nas músicas de R&B.
Foi colocado pela Rolling Stone como o 2º maior cantor de todos os tempos e 10º maior artista da música de todos os tempos.
   

 


terça-feira, setembro 22, 2020

Música para celebrar a chegada do outono

 

 

Balada do Outono - Zeca Afonso
Letra e música - José Afonso

Águas passadas do rio
Meu sono vazio
Não vão acordar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar

Águas do rio correndo
Poentes morrendo
P'rás bandas do mar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto A cantar

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar

Começou o outono...

 

Iluminação da Terra pelo Sol no momento do equinócio

Na astronomia, equinócio é definido como o instante em que o Sol, na sua órbita aparente (como vista da Terra), cruza o plano do equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste). Mais precisamente é o ponto no qual a eclíptica cruza o equador celeste.
A palavra equinócio vem do latim, aequus (igual) e nox (noite), e significa "noites iguais", ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. Ao medir a duração do dia, considera-se que o nascer do Sol (alvorada ou dilúculo) é o instante em que metade do círculo solar está acima do horizonte, e o pôr do Sol (crepúsculo ou ocaso) o instante em que o círculo solar está metade abaixo do horizonte. Com esta definição, o dia e a noite durante os equinócios têm igualmente 12 horas de duração.
Os equinócios ocorrem nos meses de março e setembro quando definem mudanças de estação. Em março, o equinócio marca o início da primavera no hemisfério norte e do outono no hemisfério sul. Em setembro ocorre o inverso, quando o equinócio marca o início do outono no hemisfério norte e da primavera no hemisfério sul.
As datas dos equinócios variam de um ano para o outro, devido aos anos trópicos (o período entre dois equinócios de março) não terem exatamente 365 dias, fazendo com que a hora precisa do equinócio varie ao longo de um período de dezoito horas, que não se encaixa necessariamente no mesmo dia. O ano trópico é um pouco menor que 365 dias e 6 horas. Assim num ano comum, tendo 365 dias e - portanto - mais curto, a hora do equinócio é cerca de seis horas mais tarde que no ano anterior. Ao longo de cada sequência de três anos comuns as datas tendem a se adiantar um pouco menos de seis horas a cada ano. Entre um ano comum e o ano bissexto seguinte há um aparente atraso, devido à intercalação do dia 29 de fevereiro.
Também se verifica que a cada ciclo de quatro anos os equinócios tendem a atrasar-se. Isto implica que, ao longo do mesmo século, as datas dos equinócios tendam a ocorrer cada vez mais cedo. Dessa forma, no século XXI só houve dois anos em que o equinócio de março aconteceu no dia 21 (2003 e 2007); nos demais, o equinócio tem ocorrido em 20 de março. Prevê-se que, a partir de 2044, passe a haver anos em que o equinócio aconteça no dia 19. Esta tendência só irá desfazer-se no fim do século, quando houver uma sequência de sete anos comuns consecutivos (2097 a 2103), em vez dos habituais três.
Devido à órbita da Terra, as datas em que ocorrem os equinócios não dividem o ano em um número igual de dias. Isto ocorre porque quando a Terra está mais próxima do Sol (periélio) viaja mais depressa do que quando está mais longe (afélio).
Em várias culturas nórdicas ancestrais, o equinócio da primavera era festejado com comemorações que deram origem a vários costumes hoje relacionados com a Páscoa da religião cristã. 
 

Poemas para celebrar a chegada do outono!

(imagem daqui)


Primeiro poema do outono

Mais uma vez é preciso
reaprender o outono
todos nós regressamos ao teu
inesgotável rosto
Emergem do asfalto aquelas
inacreditáveis crianças
e tudo incorrigivelmente principia
Já na rua se não cruzam
olhos como armas
Recebe-nos de novo o coração

E sabe deus a minha humana mão 

 

Segundo poema do outono

Quantas vezes ainda verei eu cair
as pálidas leves folhas do outono?
— Não pode um homem vê-las
cair e conseguir viver
(e cá estou também eu
cá estou eu incorrigivelmente a cantar
as gastas folhas do outono
as mesmas das minhas mais antigas leituras
as primeiras e as últimas que tenho visto cair
Haverá outra poesia que não
a que cai nas tristes
folhas do outono?)
— Não pode o homem ver
cair as folhas e viver



in Aquele Grande Rio Eufrates (1961) - Ruy Belo

Gonzaguinha nasceu há 75 anos!

 

      
Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, mais conhecido como Gonzaguinha, (Rio de Janeiro, 22 de setembro de 1945 - Renascença, 29 de abril de 1991) foi um cantor e compositor brasileiro.
    

  
Biografia
Gonzaguinha era filho adotivo do cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga e de Odaleia Guedes dos Santos, cantora do Dancing Brasil.
Compôs a primeira canção, Lembranças da Primavera, aos 14 anos, e, em 1961, com 16 anos, foi morar em Cocotá com o pai para estudar. Voltou para o Rio de Janeiro para estudar Economia, na Universidade Cândido Mendes. Na casa do psiquiatra Aluízio Porto Carrero conheceu e se tornou amigo de Ivan Lins. Conheceu também a primeira mulher, Ângela, com quem teve 2 filhos: Daniel e Fernanda. Teve depois uma filha com a atriz Sandra Pêra, a atriz e cantora Amora Pêra. Foi nessa convivência na casa do psiquiatra, que fundou o Movimento Artístico Universitário (MAU), com Aldir Blanc, Ivan Lins, Márcio Proença, Paulo Emílio e César Costa Filho. Tal movimento teve importante papel na música popular do Brasil nos anos 70 e, em 1971, resultou no programa na TV Globo Som Livre Exportação.
Caraterizado por uma postura crítica da ditadura, submeteu-se ao Departamento de Ordem Política e Social - DOPS (órgão do governo brasileiro, utilizado principalmente durante o Estado Novo e mais tarde no Regime Militar de 1964, cujo objetivo era controlar e reprimir movimentos políticos e sociais contrários ao regime no poder). Assim, das 72 canções mostradas, 54 foram censuradas, entre as quais o primeiro sucesso, Comportamento Geral. Neste início de carreira, a apresentação agressiva e pouco agradável aos olhos dos meios de comunicação lhe valeram o apelido de "cantor rancor", com canções ásperas, como Piada infeliz e Erva. Com o começo da abertura política, na segunda metade da década de 70, começou a modificar o discurso e a compor canções de tom mais aprazível para o público da época, como Começaria tudo outra vez, Explode Coração, Grito de alerta e O que é o que é e também temas de reggae, como Nem o pobre nem o rei.
As composições foram gravadas por muitos dos grandes intérpretes da MPB, como Maria Bethânia, Zizi Possi, Simone, Elis Regina (Redescobrir ou Ciranda de Pedra), Fagner, e Joanna. Dentre estas, destaca-se Simone, com os grandes sucessos de Sangrando, Mulher, e daí e Começaria tudo outra vez, Da maior liberdade, É, Petúnia Resedá.
Em 1975 dispensou os empresários e tornou-se um artista independente, o que o fez em 1986 fundar o selo Moleque, pelo qual chegou a gravar dois trabalhos.
Nos últimos doze anos de vida, Gonzaguinha viveu em Belo Horizonte com a segunda mulher Louise Margarete Martins (Lelete) e a filha deles, a sua filha mais nova, Mariana.
Gonzaguinha morreu aos 45 anos, a 29 de abril de 1991, ao regressar de uma apresentação no Paraná, vítima de acidente automobilístico numa rodovia no sudoeste daquele Estado. 
    

 


Andrea Bocelli - 62 anos

 

   
Andrea Bocelli (Lajatico, 22 de setembro de 1958) é um tenor, compositor e produtor musical italiano. Vencedor de cinco BRIT Awards e três Grammys, Bocelli gravou quatro óperas completas (La bohème, Il trovatore, Werther e Tosca), além de vários álbuns clássicos e populares.

Andrea Bocelli nasceu na cidade de Lajatico em 1958. Filho de Alessandro e Edi Bocelli, Andrea cresceu na quinta da família, a cerca de 40 km da cidade de Pisa. Desde que nasceu, o pequeno Bocelli manifestou evidentes problemas de perda de visão e após vários estudos clínicos Andrea foi diagnosticado com glaucoma. Quando Bocelli tinha doze anos, enquanto jogava futebol, foi atingido na cabeça e perdeu definitivamente a visão.
Durante a infância, Andrea apaixonou-se pela música e a sua mãe, Edi, costumava dizer que a música era a única coisa que o consolava após a perda completa da visão. Aos seis anos de idade, iniciou aulas de piano e depois de flauta, saxofone, trompete, harpa, viola e bateria. Na infância, Andrea tocava órgão na igreja que se situava próxima de casa, onde ia todos os domingos com a avó. Aos doze anos de idade venceu o prémio Margherita d'Oro, em Viareggio, com a canção "O Sole Mio", constituindo esta a sua primeira vitória numa competição musical.
Após a conclusão do seu ensino secundário, em 1980, Bocelli foi para a Universidade de Pisa, onde fez o curso de Direito. Depois de trabalhar um ano como advogado, Andrea teve aulas de canto com o maestro Luciano Bettarini, dedicando-se à música em tempo integral.
Bocelli nunca parou o treino vocal, fazendo "master classes" com o tenor de renome Franco Corelli, em Turim.
Em 1992 o astro do rock italiano Zucchero Fornaciari testou Andrea enquanto procurava por tenores para fazer um dueto com ele na canção "Miserere"; quando ouviu a gravação, o tenor Luciano Pavarotti implorou a Zucchero para usar Andrea em vez dele mesmo. Enfim, a música foi gravada com Pavarotti, mas Andrea Bocelli acompanhou Zucchero no tour europeu.
Em 1994 Andrea apresentou-se no Festival de San Remo (festival da canção italiana), ganhando o evento com a canção "Il mare calmo della sera", o que levou ao primeiro disco de ouro. No mesmo ano, estreou na ópera Macbeth, de Giuseppe Verdi, com o papel de Macduff, cantou no concerto beneficente de Pavarotti em Modena e apresentou-se para o Papa João Paulo II no Natal. Em 1995 a sua canção "Con te partirò" ficou em quarto lugar no Festival de San Remo.
Bocelli tem três filhos: Amos (nascido em 1995) e Matteo (nascido em 1997) do seu casamento com Enrica Cenzatti; e Virginia (nascida em 2012) do seu relacionamento com Veronica Berti, com quem casou em março de 2014.
  

  


David Coverdale - 69 anos

  
David Coverdale (Saltburn-by-the-Sea, Inglaterra, 22 de setembro de 1951) é um cantor e compositor inglês.
Participou nas bandas "Denver Mule" e "Skyliners" entre 1967 e 1968. David Coverdale ficou conhecido por substituir o vocalista Ian Gillan na banda Deep Purple, em meados dos anos 70. Após o terminus da banda, em 1976, lançou o seu projeto a solo, David Coverdale White Snake. Em 1977 saiu o segundo álbum solo Northwinds e fundou os Whitesnake, grupo de hard rock/heavy metal que fez sucesso com os hits "Is This Love", que teve sucesso em todo o mundo, "Here I Go Again", "Love Ain't No Stranger" e "Still Of The Night", entre outras.
Em 1991 resolveu fazer uma paragem no trabalho dos Whitesnake. Em 1993 lançou um projeto a solo intitulado Coverdale/Page, com a participação de Jimmy Page, dos Led Zeppelin. Em 1997 lançou mais um álbum Restless Heart, voltando a recriar os Whitesnake com dois álbuns Good to Be Bad (2008) e Forevermore (2011).