domingo, setembro 16, 2007

Geociências e acesso ao Ensino Superior em 2007


Numa rápida apreciação das candidaturas ao Ensino Superior na área das Geociências em 2007, até por comparação com o caso do ano passado, que aqui também estudámos, pudemos constatar o seguinte:

1. Há hoje apenas três (3) cursos de Licenciatura em Geologia (nas Universidades de Lisboa, Coimbra e Porto). Tiveram, pela mesma ordem, direito a 100, 30 e 20 vagas em 2007. Destas, ao contrário do ano passado, não sobrou nenhuma vaga. A média de acesso ficou-se pelos 12,85 (UP), 11,9 (UC) e 11,0 (UL). As coisas neste aspecto correram muito melhor que no ano passado - não sobraram vagas, as médias, globalmente, subiram e o número de vagas e de caloiros, globalmente, também aumentaram.

2. Nas áreas próximas (Engenharia Geológica, de Minas e afins) havia oito (8) cursos, portanto menos um do que no ano passado, com 137 vagas (menos de que o ano passado, que teve 178 vagas). Entraram 99 (o ano passado foram 42 candidatos a entrar na 1ª fase) e estão disponíveis para 2ª fase 39 vagas, tendo surgido, nesta fase e por causa de desempates, mais uma vaga extra... A média variou entre 13,2 (Eng.ª de Minas e Geoambiente na Universidade do Porto) e 10,9 do curso de Meteorologia, Oceanografia e Geofísica na Universidade de Aveiro. De salientar, pela negativa, o desaparecimento da Engenharia de Minas e Geológica na Universidade de Coimbra, que, pela história e tradição dos cursos (que, por falta de candidatos, se tinham fundido) mereciam não desaparecer...

3. Na área das Licenciaturas em Ensino de Biologia e Geologia (que, para biólogos e geólogos, não são carne nem são peixe...) havia o ano passado quatro (4) cursos (Aveiro, Minho, Porto e UTAD) com 100 vagas. Este ano o curso do Porto desapareceu, havendo nos restantes 80 vagas para os 3 cursos. Entraram 73, ficando a sobrar, para a 2ª fase, 7 vagas. A média variou entre 13,6 (UM) e 11,19 (UTAD).

4. Gostaríamos de ouvir opiniões antes de tirar mais conclusões, que esta estória deve ter uma moral final e servir de ensinamento para o futuro.

Para acederem a dois documentos MS Excel, com todos os dados do acesso deste ano e estudo do caso particular das Geociências , clicar nos seguintes links:

Acesso Ensino Superior 2007 - Primeira Fase

Acesso Ensino Superior 2007 - Geologia


ADENDA: O ficheiro acima indicado (Acesso Ensino Superior 2007 - Geologia) será alterado para incluir o curso referido nos comentários a este post, que agradecemos desde já. Será ainda publicado no Blog novo post, com referência a estes comentários e actualizando as informações.

4 comentários:

Anónimo disse...

Gostaria de lembrar que na Universidade de Évora abriu uma nova Licenciatura também com conteúdo "geológico"... "Licenciatura em Ciências da Terra e da Atmosfera"....

Anónimo disse...

Caros Amigos
É bom ver resumir este concentrado de notícias e fazer um painel dos acontecimentos. Mas...
1. O Curso de Engª Geológica e Minas em Coimbra, não "acabou" propriamente. Tem o seu 1º ano comum com a Engª Civil e diferencia-se dele por haver um Menor em Engª G. e Minas com cadeiras que são dirigidas a esses alunos. E só os alunos com esse Menor é que podem passar directamente (os outros têm que ter equivalênciase e planos de estudo diferenciados)ao 2º Ciclo (de Bolonha) em Engª Geológica e Minas, com duas especializações.
2.Presentemente há propostos no Ministério, cursos dirigidos à formação de Professores (que ainda não se pronunciou, mas na verdade são cursos de acordo com legislação que saiu em Abril, em cima da "hora")cursos exclusivamente para o ensino, para formar Professores de Biologia e Geologia, 2º ciclos (mestrados), segundo os novos "padrões".Espera-se que ainda sejam autorizados este ano.Caso contrário terão de continuar os cursos tradicionais.
Um abraço amigo
Gama Pereira

Fernando Oliveira Martins disse...

Caro Helder:

A "Licenciatura em Ciências da Terra e da Atmosfera" já estava no ficheiro inicial.


Caro Professor Doutor Gama Pereira:

É sempre bom saber que este nosso Blog é tão bem frequentado e é lido pelos nossos Mestres de Coimbra. Mudei o post para incluir o curso de Engenharia Civil da Universidade de Coimbra, como poderá ver. Quanto ao Mestrado em Em ensino de Biologia e Geologia, aguardo ansiosamente que o Ministro que tutela as Universidades o autorize, pois terão em mim (e na minha esposa) clientes seguros...

Anónimo disse...

Estimados amigos, de salientar também que na área afim da engenharia geológica, foi a Universidade Nova de Lisboa a colocar o maior número de candidatos.
Faço apenas um comentário que deixo no ár. Mais Professores para o ensino da Biologia Geologia, ainda não repararam na quantidade que não arranja emprego. Será que continuamos a produzir desempregados para alimentar o capricho de algumas Universidades ou mesmo departamentos. Devo acrescentar que na Licenciatura de Engª Geológica da Nova, não temos até ao momento Licenciados desempregados.

Um abraço
Carlos Galhano