sábado, fevereiro 12, 2022

Screamin' Jay Hawkins morreu há vinta e dois anos...

 
Jalacy Hawkins (Cleveland, Ohio, 18 de julho de 1929 - Neuilly-sur-Seine, França, 12 de fevereiro de 2000), mais conhecido como Screamin' Jay Hawkins foi um músico e ator afro-americano, famoso por sua poderosa voz e apresentações teatrais selvagens de músicas como "I Put a Spell on You". Hawkins algumas vezes usou materiais macabros em seus shows, o que fez dele um dos precursores do shock rock.

Vida
Nascido e criado em Cleveland, Ohio, Hawkins estudou piano clássico quando era criança e aprendeu a tocar guitarra depois dos vinte anos. O objetivo inicial de sua carreira era tornar-se um cantor barítono aos passos de Paul Robeson. Quando suas ambições falharam, ele começou sua carreira como um cantor e pianista convencional de blues.
Serviu às forças aéreas do exército americano no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial, primeiramente como um artista. Apesar de ele mesmo ter afirmado que foi torturado durante algum tempo como prisioneiro de guerra, as estórias sobre as circunstâncias de sua captura variam. De acordo com o documentário I Put a Spell on Me, para ser libertado ele explodiu a cabeça de seu carrasco colocando uma granada em sua boca e puxando o pino. Hawkins era um ávido e formidável boxeador. Em 1949, ele foi campeão peso médio do Alaska.
  
I Put a Spell on You
A sua gravação de maior sucesso, "I Put a Spell on You" de 1956, foi selecionada pelo Rock and Roll Hall of Fame como uma das 500 músicas que moldaram o rock and roll. De acordo com o AllMusic Guide to the Blues Hawkins originalmente teria composto a música como uma balada refinada. Toda a banda estava sob o efeito de substâncias alucinógenas durante as sessões de gravação onde Hawkins gritou, grunhiu e murmurou pela música inteira como um bêbado abandonado. O resultado final não ficou parecido com uma balada, ao invés disso é uma música rústica e gutural que se tornou seu melhor sucesso comercial e conforme reportado ultrapassou um milhão de cópias vendidas. Apesar disso falhou em alcançar as paradas da Billboard.
A performance durante a gravação foi hipnótica, o próprio Hawkins não recordava da sessão. Tanto que precisou reaprender a música de acordo com as gravações para poder tocá-la ao vivo. Entretanto a gravadora lançou uma segunda versão da música, removendo os grunhidos que completavam a versão original, isso foi feito em reação às reclamações sobre a música ter apelo sexual. Contudo ele foi banida das rádios em algumas regiões.
Logo após o lançamento de "I Put a Spell on You", o DJ Alan Freed ofereceu 300 dólares à Hawkins para sair de dentro de um caixão no palco. A proposta foi aceite e brevemente Hawkins criou uma persona de palco que apresentava-se com roupas douradas e de pele de leopardo e notáveis acessórios voodoo, como um crânio cravado numa vara e cobras de borracha." Esses acessórios sugestionavam o vudu haitiano, mas também apresentavam traços cómicos que provocavam comparações com um Vincent Price negro.
Em 1968 os Creedence Clearwater Revival gravaram para o seu primeiro álbum (auto-intitulado) uma versão cover de "I Put a Spell on You".
  
Morte
Hawkins morreu em 12 de fevereiro de 2000 depois de uma cirurgia para tratar um aneurisma. Ele deixou vários filhos de muitas mulheres, que uma estimativa na época de sua morte dizia serem 55 filhos, mas após investigações esse número em breve se aproximou de 75.

 

 

I put a spell on you - Screamin' Jay Hawkins


I put a spell on you
’cause you’re mine

You better stop the things you do
I ain’t lyin’
No I ain’t lyin’

You know I can’t stand it
You’re runnin’ around
You know better daddy
I can’t stand it cause you put me down

I put a spell on you
Because you’re mine
You’re mine

I love ya
I love you
I love you
I love you anyhow
And I don’t care
If you don’t want me
I’m yours right now

You hear me
I put a spell on you
Because you’re mine

 

Sem comentários: