sábado, junho 12, 2021

Post no blog De Rerum Natura sobre o Professor Doutor Victor Gil

 "ARRUMAR A CASA ANTES DOS 80 - VIAGEM AO PASSADO EM ENTREVISTA AO PRÓPRIO" 

 


Livro póstumo de Victor M. S. Gil, coordenação de Ana M. Gil e João M. Gil

A Texto, editora do grupo editorial LeYa, publica, a 25 de maio, a autobiografia de Victor Gil, cientista, divulgador de Ciência e nome incontornável no panorama educativo, enquanto autor, consultor de manuais escolares e professor. Foi o primeiro Reitor da Universidade de Aveiro e um dos principais responsáveis pela criação do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra.

 «Arrumar a casa antes dos 80» é uma autobiografia íntima, sob a forma de autoentrevista, “um desnudamento do autor”, nas suas próprias palavras, que revela a história de uma vida onde o “ser pioneiro” em várias frentes fez com que Victor Gil deixasse um impressionante legado na Ciência e na Educação. O livro, publicado dois anos depois da morte de Victor Gil e coordenado pelos seus filhos, Ana e João, é uma excelente oportunidade para conhecer e compreender a pessoa, o pensador, o cientista, o escritor, o pintor e o poeta.

 Victor Gil deixou de nos acompanhar inesperadamente, em 2018, pouco depois de terminar o texto do livro, sobre o qual se disse “satisfeito com este exercício de sistematização de memórias… independentemente da divulgação que se venha a fazer do produto”. Esta autoentrevista, delicada e honesta, é pontuada por anotações ora profundas e filosóficas, ora leves e humorísticas. É um testemunho de uma vida em prol da criatividade em todas as idades. É também um testemunho de um Pai extremoso que, sem saber, delegou nos Filhos a missão de publicar as suas palavras, que decerto ecoarão em muitos dos leitores, por tão variadas razões.

 Victor Gil nasceu em 1939, na aldeia de Santana, Figueira da Foz. Filho de uma costureira e de um agricultor, era o melhor aluno na escola primária e foi por influência de um professor do Liceu D. João III, em Coimbra, que se interessou pela energia nuclear. Na Universidade de Coimbra, escolheu Ciências Físico-Químicas. Durante a licenciatura, os professores convidaram-no a estudar Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) e a doutorar-se em Sheffield, na Inglaterra. De volta à Universidade de Coimbra, Victor Gil criou o primeiro laboratório de espectroscopia de RMN em Portugal (1966). Em 1973, após a criação formal da Universidade de Aveiro, foi convidado para liderar a Comissão Instaladora daquela Universidade, da qual foi o primeiro Reitor (1973/77) e com a qual para sempre manteve estreitos laços profissionais e pessoais. Prosseguiu como professor catedrático em Aveiro até voltar à Universidade de Coimbra em 1982, tendo-se aposentado em 2002.  

 O importante papel de Victor Gil na educação e divulgação da ciência em Portugal ficou, desde cedo, bem expresso na autoria e co-autoria de muitos manuais escolares  -  vários deles editados pela Texto Editores – e livros para a universidade, tendo sido, em várias ocasiões, co-autor dos currículos de Química para os ensinos básico e secundário. Desempenhou um papel pioneiro no lançamento dos centros interactivos de ciência em Portugal pelo Ministério da Educação (1991) e foi o principal responsável pela criação, em 1995, do primeiro centro interactivo de ciência em Portugal, Exploratório Infante D. Henrique – Centro Ciência Viva de Coimbra, que dirigiu até 2015. Aplicou ainda a sua imensa criatividade às artes plásticas e à poesia.

O que amigos e colegas disseram de Victor Gil

 Em dezenas de depoimentos de amigos e colegas* – entre os quais vários ilustres Reitores, Professores Catedráticos e Investigadores que fizeram parte do percurso de Vitor Gil em instituições como as Universidades de Coimbra, de Aveiro e Nova de Lisboa –, é possível descobrir um  homem sereno e visionário, descrito como inteligente e eclético, honesto e crente na generosidade da natureza humana, sem maldade (maldade que nem sequer conseguia ver nos outros), de grande bondade e humildade, que fazia a diferença na academia e na sociedade, que pôs a criatividade ao serviço da Educação e da Ciência, cultivou a ciência, viveu com paixão a música, a poesia, a pintura e a amizade. Vitor Gil foi admirado e apreciado pelos muitos amigos que fez ao longo da vida, cujos depoimentos homenageiam a sua sensibilidade e simplicidade, a sua persistência e optimismo, a forma como se preocupava com os outros e como partilhava o conhecimento. Talvez por isso tantos recordam a sua fundamental contribuição para a criação do Exploratório Infante D. Henrique – Centro Ciência Viva de Coimbra, que dirigiu, assim como a sua capacidade de aliar a cultura científica rigorosa a uma enorme sensibilidade artística. Familiares, amigos e colegas não esquecerão a discreta e serena competência, sensatez, espírito empreendedor e paixão pela Educação de um homem que demonstrou que pode haver criatividade e produtividade em todas as fases da vida, mesmo após os 70 anos.  (* depoimentos completos disponíveis aqui)

Ficha do livro

Titulo:  «Arrumar a casa antes dos 80  - viagem ao passado em entrevista ao próprio»

Autoria: Victor M. S. Gil

Coordenação: Ana M. Gil e João M. Gil

Editora: LeYa/Texto

Ano de edição: 2021

 

in De Rerum Natura - post aqui

 

NOTA: Saudades do Professor Doutor Victor Gil - os Geopedrados tiveram a honra de ser alunos dele na Universidade de Coimbra (nas cadeiras de Química I e Química II) e ainda de estudar no Secundário pelos livros que escreveu. Foi um privilégio tê-lo conhecido e ter duplamente usufruído dos seus saberes....

2 comentários:

Manuel M Pinto disse...

O professor CARLOS FIOLHAIS faz hoje 65 anos!

Fernando Oliveira Martins disse...

Ora aí está outro grande Professor de Coimbra...!