sexta-feira, agosto 10, 2007

Notícia sobre Espeleologia na NG

A versão portuguesa da Revista National Geographic publicou, em Junho de 2007, um artigo sobre Espeleologia e Troglóbios, relatando aspectos dos trabalhos de campo da espeleobióloga (ou bioespeleóloga) Sofia Reboleira, nossa conhecida e responsável por um dos melhores Blogues do mundo (na nossa humilde opinião...) sobre Espeleologia - o PROFUNDEZAS.


O texto da NG diz o seguinte:

Reencontro Inesperado
Nas grutas do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC), a bioespeleóloga Sofia Reboleira reencontrou uma espécie da qual havia apenas dois exemplares recolhidos, numa única cavidade, no distante ano de 1938 pelo pioneiro da bioespeleologia portuguesa, António de Barros Machado. O raro escaravelho predador, designado por Trechus machadoi, tem apenas 5 mm, vive apenas em cavidades e foi encontrado entre 20 e os 120 metros de profundidade nesta região.
Em sete meses de trabalho de campo sobre os coleópteros cavernícolas do maciço calcário estremenho, a bióloga da Universidade de Aveiro encontrou apenas cerca de 30 destes indivíduos, amostra que, para um insecto, é muito reduzida. “Esta espécie existe abaixo do solo, em fendas e cavidades”, diz a bióloga. “Mas só nas grutas a conseguimos observar. São janelas para a observação da fauna.”
Em Portugal continental, quase não existe tradição de bioespeleologia. “A fauna cavernícola é muito sensível a alterações do habitat e à poluição, pelo que é importante estudá-la”. Dado o ambiente hostil em que trabalhou, foi necessária a utilização de técnicas de espeleologia para as quais a investigadora contou com o apoio de vários grupos de espeleologia e do próprio PNSAC.

Sofia Reboleira estudou10 cavidades e colocou cerca de 100 pontos de amostragem, procurando identificar a fauna existente e relacionar a sua ocorrência com factores abióticos.

Texto e fotos: António Luís Campos

Aqui ficam os nossos parabéns à Sofia e à revista National Geographic Portugal...


ADENDA: Notícia em pdf - AQUI

2 comentários:

Profundezas disse...

Obrigada. :)
Um abraço, SR.

Fernando Oliveira Martins disse...

Cara Sofia:

Nós é que dizemos obrigado...! É sempre bom quando se divulga a ciência - e ainda mais quando a Geologia se entrelaça com a Biologia, como é no seu caso. Continue...