terça-feira, maio 29, 2018

O Everest foi finalmente escalado há 65 anos...

O Everest visto de Kala Patthar
   
O monte Everest (ou Evereste) é a mais alta montanha da Terra. Está localizado na cordilheira do Himalaia, na fronteira entre a República Popular da China (Tibete) e o Nepal. Em nepalês, o pico é chamado de Sagarmatha (rosto do céu), e em tibetanoChomolangma ou Qomolangma (mãe do universo).

Nome e altitude
O Everest foi assim chamado por Sir Andrew Scott Waugh, o governador-geral da Índia colonial britânica, em homenagem a seu predecessor, Sir George Everest.
Radhanath Sikdar, um matemático e topógrafo indiano de Bengala, foi o primeiro a identificar o Everest como a montanha mais alta do globo, de acordo com seus cálculos trigonométricos em 1852. Alguns indianos pensam que o pico deveria ser chamado Sikdar e não Everest.
  
Rotas de escalada
O monte Everest tem duas rotas principais de ascensão, pelo cume sudeste no Nepal e pelo cume nordeste no Tibete, além de mais 13 outras rotas menos utilizadas. Das duas rotas principais a de sudeste é a tecnicamente mais fácil e a mais frequentemente utilizada. Esta foi a rota utilizada por Edmund Hillary e Tenzing Norgay em 1953. Contudo, a escolha por esta rota foi mais por questões políticas do que por planeamento de percurso, quando a fronteira do Tibete foi fechada aos estrangeiros em 1949.
A maioria das tentativas é feita entre abril e maio antes do período das monções porque uma mudança na jet stream nesta época do ano reduz a velocidade média das rajadas de vento. Ainda que algumas vezes sejam feitas tentativas após o período da monções em setembro e outubro, o acumular de neve causado pelas monções torna a escalada ainda mais difícil.
  
A primeira ascenção
Desde 1921, diversas tentativas de escalada foram feitas. Em 8 de junho de 1924, George Mallory e Andrew Irvine, ambos britânicos, fizeram uma tentativa de ascensão da qual jamais retornaram. Não se sabe se atingiram o pico e morreram na descida, ou se não chegaram até ele, já que o corpo de Mallory, encontrado em 1999, estava com objetos pessoais, mas sem a foto da esposa, que ele prometera deixar no pico. A primeira ascensão até o topo foi feita pela expedição anglo-neozelandesa em 1953, dirigida por John Hunt. O pico foi alcançado em 29 de maio desse ano por Edmund Hillary e Tenzing Norgay.
  

Sir Edmund Percival Hillary (Tuakau, 20 de julho de 1919 - Auckland, 11 de janeiro de 2008) foi um alpinista e explorador neozelandês, famoso principalmente pela primeira escalada bem sucedida do Monte Everest. Ele e o guia sherpa Tenzing Norgay atingiram os 8850 metros do cume em 29 de maio de 1953.
Nascido na Ilha Norte, próximo a Auckland e iniciou-se no alpinismo durante a adolescência, obtendo sua primeira subida significativa em 1939. Durante a Segunda Guerra Mundial foi navegador da Royal New Zealand Air Force. Participou de uma fracassada expedição neozelandesa ao Everest em 1951 antes de tomar parte da bem-sucedida tentativa britânica de 1953. Escalou outros dez picos do Himalaia em visitas posteriores em 1956, 1960-61 e 1963-65. Alcançou também o Polo Sul, como parte da Expedição Britânica Trans-Antártica, em 4 de janeiro de 1958.
Foi nomeado cavaleiro da Ordem do Império Britânico em 16 de julho de 1953, membro da Ordem da Nova Zelândia em 1987 e cavaleiro da Ordem da Jarreteira em 23 de abril de 1995.
Hillary devotou muito de sua vida para ajudar o povo Sherpa do Nepal através da Himalayan Trust que ele fundou e à qual dedicou grande parte de seu tempo e energia. Devido aos seus esforços conseguiu construir várias escolas e hospitais nessa remota região do Himalaia. Tem declarado que considera esta como sua mais importante realização. Foi também presidente honorário da American Himalayan Foundation, uma sociedade sem fins lucrativos norte-americana que contribui com a melhora nas condições ambientais e de vida no Himalaia.
Foi dele a ideia de construir o aeroporto de Lukla, que aumentou o turismo de estrangeiros, uma das grandes fontes de renda do Nepal. Este aeroporto nas montanhas é a base de onde partem os grupos de trekking no Himalaia.
O Himalayan Trust e The Sir Edmund Hillay Foundation, juntos, construíram 25 escolas, dois hospitais e doze clínicas médicas. Construíram pontes sobre rios, campos de pouso para pequenos aviões, reergueram templos budistas e centros culturais. Criaram um "berçário de árvores", que replantou, desde 1990, um milhão de mudas no Parque Nacional de Sagarmatha.
Para marcar a ocasião do aniversário de 50 anos da primeira escalada bem sucedida do Everest, o governo nepalês conferiu a cidadania honorária a Edmund Hillary, numa celebração especial do jubileu de ouro, na capital, Kathmandu. Edmund Hillary foi o primeiro cidadão estrangeiro a receber tal honra no Nepal.
Edmund Hillary faleceu em 11 de janeiro de 2008, num hospital em Auckland, na Nova Zelândia, aos 88 anos de idade.
Sardar Tenzing Norgay (15 de maio de 1914 - 9 de maio de 1986) foi um alpinista e guia de alta montanha sherpa nepalês, tendo sido o primeiro homem a chegar ao topo do monte Everest, em companhia de Edmund Hillary.
   
Depois de várias tentativas, Norgay conseguiu estar entre os primeiros a chegar ao cume do monte Everest, quando da expedição liderada por John Hunt em 29 de maio de 1953. Edmund Hillary e Tenzing Norgay foram os primeiros a atingir o pico.
Uma vez que não era conhecida a data exata do seu nascimento, ele passou a usar a data desta vitória para celebrar o seu aniversário.
Em 1952, Tenzing tinha atingido uma altitude jamais alcançada anteriormente, 8599 m, com a equipa de uma expedição suíça dirigida por Raymond Lambert. Tenzing tornou-se em seguida responsável pelo treinamento in situ do Instituto de Alpinismo do Himalaia (Himalayan Montaineering Institute), em Darjeeling. Em 1978 ele fundou a empresa Tenzing Norgay Adventures, propondo escaladas no Himalaia.
Desde 2003, essa empresa é dirigida pelo filho de Tenzing Norgay e que se chama Jamling Tenzing Norgay, que também escalou o Everest em 1996.
  

Enviar um comentário