terça-feira, setembro 13, 2016

Tupac Shakur morreu há 20 anos...

Tupac Amaru Shakur (Nova Iorque, 16 de junho de 1971 - Las Vegas, 13 de setembro de 1996), mais conhecido pelos nomes artísticos 2Pac, Makaveli ou apenas Pac, foi um rapper dos Estados Unidos. Críticos e membros da indústria fonográfica reconhecem-no como um dos maiores rappers de todos os tempos. Em 2010, ele já havia vendido pelo menos 75 milhões de cópias pelo mundo. Além de ser músico, Tupac também foi ator e ativista social. A maioria das suas canções tratava de temas como crescer no meio da violência e da miséria nos guetos, o racismo, os problemas da sociedade e os conflitos com os outros rappers. O trabalho de Shakur é conhecido por defender a igualdade política, económica, social e racial. Antes de entrar para a carreira artística, ele era um roadie e dançarino de hip hop alternativo. Começou a fazer sucesso quando entrou para o grupo Digital Underground.
Shakur tornou-se alvo de diversas ações judiciais e sofreu outros problemas legais. No início da sua carreira, ele foi atingido por cinco tiros e assaltado no corredor de um estúdio de gravação em Nova Iorque. Após o incidente, Tupac começou a suspeitar de que outras figuras da indústria do rap sabiam do que ia acontecer e não o avisaram, o que desencadeou a rivalidade entre as costas Leste e Oeste. Mais tarde, Shakur acabou sendo condenado por abuso sexual e ficou preso durante onze meses, tendo sido libertado da prisão após um recurso financiado por Suge Knight, diretor executivo da Death Row Records. Em troca da ajuda de Suge, Tupac teve de gravar três álbuns sob o selo Death Row.
Na noite de 7 de setembro de 1996, Tupac, dentro do carro de Suge, foi atingido por quatro tiros em um tiroteio, na cidade de Las Vegas, e faleceu seis dias depois, vítima de insuficiência respiratória e paragem cardíaca, no Hospital da Universidade Médica de Nevada. Após a sua morte, o jornal americano The New York Times citou-o como sendo "o maior rapper de todos os tempos".


Enviar um comentário