quarta-feira, março 06, 2019

Melina Mercouri morreu há 25 anos...


Melina Amalia Mercouri (Atenas, 18 de outubro de 1920 - Nova Iorque, 6 de março de 1994), mais conhecida como Melina Mercouri, foi uma atriz, cantora e ativista política grega. Fez parte do Parlamento Helénico e, em 1981, tornou-se a primeira mulher a ser Ministra da Cultura na Grécia.
O seu avô, Spyros Merkouris, foi presidente da Câmara de Atenas durante muitos anos. O seu pai era membro do Parlamento. O seu tio, George S. Mercouris, foi líder do Partido Socialista Nacional da Grécia e que foi presidente do Banco da Grécia durante a ocupação da Grécia pela Alemanha nazi, durante a Segunda Guerra Mundial.
O seu primeiro filme, Stella (1955), foi dirigido por Michael Cacoyannis, o diretor de Zorba, o grego. Foi ele que a levou para Cannes, onde o filme foi nomeado para obter a Palma de Ouro. Lá, Melina conheceu o diretor Jules Dassin, com quem viveria até morrer. O casal não teve filhos.
Melina tornou-se conhecida mundialmente quando estrelou, em 1960, o filme Never on Sunday, de Jules Dassin, que lhe rendeu o prémio de Melhor Atriz no Festival de Cannes e uma nomeação para o Óscar de melhor atriz. Em 1978, Melina encerrou a sua carreira no cinema para se dedicar à política.
Durante o período da ditadura militar na Grécia, Melina morou na França. Quando a democracia voltou ao país, ela primeiro foi eleita deputada do Parlamento; depois, a primeira mulher a ser Ministra da Cultura no país, durante dois mandatos consecutivos; depois trabalhou novamente no mesmo cargo em 1993 e 1994. Como Ministra da Cultura, lutou para que voltassem à Grécia os famosos Mármores de Elgin, que foram retirados do Partenon grego.
Morreu em Nova Iorque, de cancro do pulmão, aos 73 anos. O seu corpo foi trazido para Atenas, onde teve honras de funeral de primeiro-ministro.
  
  

1 comentário:

rosy123 disse...

Je trouve vos images pleines de douceurs...
Félicitations! quel beau travail.
voyance par mail gratuite