segunda-feira, junho 11, 2018

Bartolomeo Vanzetti nasceu há 130 anos

Bartolomeo Vanzetti (Villafalletto, 11 de junho de 1888 - Charlestown, 23 de agosto de 1927) foi um anarquista italiano que, juntamente com Nicola Sacco, foi preso, processado, julgado e condenado, nos Estados Unidos da América, na década de 20, sob a acusação de homicídio de um contador e de um guarda de uma fábrica de sapatos. Sobre a sua culpa houve muitas dúvidas já na época dos acontecimentos.
  
Biografia
Nem ele nem Sacco foram absolvidos, nem mesmo quando um outro homem admitiu, em 1925, a autoria dos crimes. Foram condenados à pena capital e executados na cadeira elétrica em 23 de agosto de 1927.
Há uma citação sobre ambos no poema "América" de Allen Ginsberg.
Howard Fast, escritor de origem judaica e militante político, escreveu um livro que narra a história dos dois anarquistas, imigrantes italianos, condenados a morte, chamado "Sacco e Vanzetti".
Em 1977, uma investigação, ordenada pelo então governador de Massachusetts, Michael Dukakis, estabeleceu que Sacco e Vanzetti não receberam um julgamento justo. Dukakis proclamou 23 de agosto de 1977 como o Dia em Memória de Sacco e Vanzetti, com o objetivo de remover todo o estigma dos seus nomes. Eles não receberam perdão póstumo, pois significaria atribuir-lhes culpa.
  

Enviar um comentário