terça-feira, janeiro 09, 2018

Napoleão III morreu há 145 anos

Napoleão III (Paris, 20 de abril de 1808Chislehurst, 9 de janeiro de 1873), foi o Presidente da Segunda República Francesa e, depois, Imperador da França do Segundo Império Francês. Era sobrinho e herdeiro de Napoleão Bonaparte. Foi o primeiro presidente francês eleito por voto direto. Entretanto, foi impedido de concorrer a um segundo mandato pela constituição e parlamento, organizando um golpe em 1851 e assumindo o trono como imperador no final do ano seguinte.
Pertencente à família Bonaparte, Carlos Luís Napoleão era o terceiro filho do rei Luís I da Holanda e de Hortênsia de Beauharnais e sobrinho de Napoleão Bonaparte. Tornou-se herdeiro do trono imperial após as mortes sucessivas do seu irmão mais velho, Napoleão Luís, e de seu primo, Napoleão Francisco (dito o "Rei de Roma").
As suas primeiras tentativas de golpe de Estado falharam mas, na sequência da Revolução de 1848, conseguiu estabelecer-se na política, sendo eleito deputado e, em seguida, presidente da República. Finalmente, o bem sucedido golpe de 1851 pôs fim à Segunda República e permitiu uma restauração imperial em favor de Luís Napoleão. O seu reinado, inicialmente autoritário, evoluiu de forma gradativa após 1859 para o chamado "Império Liberal".
Durante o seu reinado, Napoleão III implementou a filosofia política publicada em seus ensaios Idées napoléoniennes e De l'extinction du paupérisme (1844) - mistura de romantismo e liberalismo autoritário. Admirador da modernidade britânica, o imperador foi responsável por um considerável desenvolvimento industrial, económico e financeiro no país e, também, pela reforma urbana de Paris (em conjunto com o prefeito Georges-Eugène Haussmann).
Com a derrota na Batalha de Sedan, durante a Guerra Franco-Prussiana, a 2 de setembro de 1870, chegou ao fim o Segundo Império Francês. Em 4 de setembro de 1870, a Terceira República foi proclamada, e Napoleão III partiu para o exílio na Inglaterra, onde morreu em janeiro de 1873.
 

Enviar um comentário