sexta-feira, novembro 17, 2017

O músico Max de Castro faz hoje 40 anos

Max de Castro (Rio de Janeiro, 17 de novembro de 1977) é um cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor e arranjador brasileiro.

Biografia
Em 2000, lançou Samba Raro, produzido, arranjado, tocado e composto por ele. O álbum teve ótima receptividade de público, crítica e amigos músicos – Ed Motta classificou-o como trabalho de "génio", Nelson Motta disse que é um dos melhores discos já lançados e Lobão convidou-o para produzir a faixa "Decadence avec elegance". Max de Castro recebeu o prémio APCA - Associação Paulista de Críticos de Arte - de Revelação em 2000.
Em 2001, produziu faixas nos discos de Roberto Frejat, Paula Lima, Kid Abelha, Leandro Lehart,Tom Zé, além de remixes para Ed Motta, Fernanda Porto, Wax Poetic. O seu trabalho também teve boa repercussão internacional, principalmente nos Estados Unidos e Europa, onde passou a tocar regularmente. Em 2002, após lançar o seu segundo disco, Orchestra Klaxon, Max de Castro apareceu na capa da revista americana Time ao lado de Shakira e outros, numa reportagem especial sobre as novidades da música global.
Eleito pela APCA como o artista do ano de 2005, após o lançamento do seu terceiro álbum “Max De Castro”. No mesmo ano ainda colaborou com DJ Suv do aclamado grupo inglês Roni Size Reprazent, e lançou exclusivamente na Inglaterra um single com a música “Febrery. Na França lançou um EP com o DJ Kid Loco. Ao voltar mais uma vez à Europa estendeu a sua turné pela primeira vez a países do leste europeu como a Rússia e Ucrânia.
O seu último álbum, "Balanço das Horas", lançado em 2006, esteve novamente em várias listas como um dos melhores lançamentos daquele ano. música pop, samba, hip hop, jazz, post-rock, dub, soul music, funk batidas eletrónicas, efeitos e distorções estão no arsenal de Max. Com as mais variadas referências, o seu trabalho cresce a cada nova audição, requer atenção em cada detalhe, cada curva e cada acorde tem histórias acumuladas.
Em 2008, além de ter produzido o disco do seu irmão Wilson Simoninha, “Melhor”, dedicou-se também à direção e concepção de shows especiais como foi o caso de “As curvas da estrada de Santos-uma viagem pela obra de Roberto Carlos” que além dos arranjos e direção de Max contou com a participação de Zé Renato, Vania Abreu, Bruno Morais e Pedro Mariano. Também “Os Afrosambas”, um tributo ao álbum de Baden e Vinícius, tem a participação de Max que reinterpreta essas canções ao lado da cantora Fabiana Cozza.

 

Enviar um comentário