quinta-feira, outubro 26, 2017

O realizador Don Siegel nasceu há 105 anos

Donald "Don" Siegel (Chicago, Illinois, 26 de outubro de 1912 - Nipomo, Califórnia, 20 de abril de 1991) foi um diretor de cinema e televisão norte-americano.

Formou-se no Jesus College (Cambridge). Começou a trabalhar num departamento da Warner Bros., chegando a chefe. Em 1945 realizou duas curta-metragens, Hitler Lives? e A Star in the Night. A distinção da Academia para estes trabalhos deu início à sua carreira de diretor de filmes.
Em 1956 realizou o clássico filme B A Terra Em Perigo (Invasion of the Body Snatchers), ganhando uma boa reputação de realizador de excelentes trabalhos, mesmo com limitações de orçamento e produção. Em 1962, fez com Steve McQueen O Inferno É Para os Heróis (Hell Is for Heroes). Em 1964, dirigiu o influente Os Assassinos (The Killers), com Lee Marvin, feito para a TV mas exibido nos cinemas. No final da década de 60, inicia a sua parceria de sucesso com Clint Eastwood. Entre os filmes que fizeram juntos destacam-se os dramas policiais A pele de um malandro (Coogan's Bluff, 1968) e A Fúria da Razão (Dirty Harry, 1971), além do western Os Abutres Têm Fome (Two Mules for Sister Sara, 1970) e o de suspense Os Fugitivos de Alcatraz (Escape from Alcatraz, 1979). Eastwood, aliás, reconhece que Siegel foi uma de suas maiores influências no campo da direção (o outro é Sergio Leone). Siegel dirigiu também o último filme de John Wayne, o western clássico O atirador (The Shootist, 1976).
Entre os seus inúmeros trabalhos na televisão, destacam-se dois episódios da série Quinta Dimensão ou No Limiar da Realidade (The Twilight Zone), "The Self-Improvement of Salvadore Ross" e "Uncle Simon", além longa-metragens e episódios para diversas outras séries, como Destry, The Lloyd Bridges Show, Bus Stop e The Legend of Jesse James.
De 1948 a 1953, foi casado com a atriz Viveca Lindfors, com quem teve um filho, Kristoffer Tabori.
Morreu aos setenta e oito anos, de cancro.

Enviar um comentário