sábado, julho 15, 2017

Versace foi assassinado há vinte anos

Gianni Versace (Reggio Calabria, 2 de dezembro de 1946 - Miami, 15 de julho de 1997) foi um estilista de alta costura italiano. Foi assassinado pelo prostituto Andrew Cunanan com dois tiros na nuca na entrada da sua casa, em Miami Beach.

Gianni Versace fundou a sua própria marca em 1978, depois de ter trabalhado para a Callaghan, a Genny e a Complice, erguendo assim umas das maiores e mais importantes casas de moda do século XX. O seu estilo de moda considerado ultra-caro, ultra-luxuoso e ultra-glamouroso tornou-o um dos protagonistas-chave da cultura popular, desde o look ostensivamente gastador e o power dressing dos anos 80 aos excessos espampanantes do ghetto no final dos anos 90. o seu uso característico de estampagens, de silhuetas «sex bomb» e as referências à cultura da antiguidade clássica granjearam-lhe uma invejável clientela de ricos e famosos.
Depois da sua morte, as rédeas da empresa foram tomadas por Donatella Versace, sua musa, irmã e braço direito, auxiliada pela sobrinha Allegra Versace Beck. Actualmente o Império Versace inclui vestuário feminino e masculino, vestuário desportivo, roupa íntima, óculos, uma colecção de jeans, perfumes e uma linha de decoração. Recentemente foi lançada uma linha de maquiagem da marca Versace e inaugurado o primeiro hotel de seis estrelas da empresa, Palazzo Versace, localizado na Costa Dourada australiana.

Enviar um comentário