terça-feira, janeiro 31, 2017

Notícia sobre Paleontologia

Descoberto o mais antigo antepassado do Homem

Tem um milímetro, viveu há 540 milhões de anos, tinha uma boca enorme e não tinha ânus. Este é o animal que deu origem a todos os animais vertebrados do planeta. É o parente mais antigo do Homem.

Uma equipa de cientistas descobriu o antepassado de todos os animais vertebrados que já existiram no mundo. A descoberta foi possível através da análise de um fóssil encontrado na China. Chama-se Saccorhytus e tinha um corpo achatado e elíptico com apenas um milímetro de comprimento. De acordo com as observações, tinha uma grande boca, mas aparentemente não tinha ânus. Vivia entre grãos de areia à beira-mar.
De acordo com as declarações de Simon Conway Morris, investigador da Universidade de Cambridge e um dos autores do estudo, explicou à New Scientist que o bicho, o avô mais velho da espécie humana e de todos os vertebrados da Terra, tinha pele fina e flexível e um sistema muscular que lhe permitia rastejar. Devia alimentar-se de restos de outros animais, mas provavelmente expelia o resultado da digestão através da boca. Junto à boca, o Saccorhytus tinha umas estruturas semelhantes a cornos que, segundo as teorias dos cientistas, podem ter dado origem às brânquias que atualmente vemos nos peixes.
Estas características colocam-no num grupo de animais chamado “deuterostómios”, de onde os vertebrados também fazem parte. “Julgamos que todos os deuterostómios têm um antepassado comum. Podemos estar a olhar para ele”, explica Simon Morris. É que, até agora, os seres vivos mais antigos nesse grupo viveram há entre 510 e 530 milhões de anos e já tinham sinais de diferenciação em espécies (já era possível ver diferenças entre os fósseis que deram origem aos ouriços do mar e os que deram origem às estrelas do mar, por exemplo). O Saccorhytus tem mais 10 milhões de anos que esses fósseis.

Enviar um comentário