sexta-feira, dezembro 18, 2015

O maior assassino da História nasceu há 137 anos

Josef Vissarionovitch Stalin, em português Estaline (Gori, 18 de dezembro de 1878 - Moscovo, 5 de março de 1953), nascido Iossif Vissarionovitch Djugashvili, foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética e do Comité Central a partir de 1922 até à sua morte, em 1953, sendo nesse período o líder da União Soviética.
Sob a liderança de Estaline, a União Soviética desempenhou um papel decisivo na derrota da Alemanha nazi na Segunda Guerra Mundial e atingiu o estatuto de superpotência, após uma rápida industrialização e algumas melhorias nas condições sociais do povo soviético. Durante esse período, o país também expandiu o seu território para uma área semelhante à do antigo Império Russo. Apesar dos progressos e avanços conquistados, o regime de Estaline também foi marcado por violações constantes de direitos humanos, massacres, purgas e execuções extra-judiciais de milhares de pessoas. Estima-se que entre 20 e 60 milhões de pessoas tenham morrido durante seus trinta anos de governo.
Durante o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, em 1956, o sucessor de Estaline, Nikita Khrushchov, apresentou o seu discurso secreto, oficialmente chamado "Do culto à personalidade e suas consequências", a partir do qual iniciou-se um processo de "desestalinização" da União Soviética. Ainda hoje existem diversas perspectivas sobre Estaline e o seu governo,  vendo-o alguns como ditador tirano e outros como líder habilidoso.

Enviar um comentário