sábado, novembro 21, 2015

Há quarenta anos os Queen lançaram um álbum lendário...

A Night at the Opera é o quarto álbum de estúdio da banda britânica de hard rock Queen, lançado em 21 de novembro de 1975, na Europa, e, em 2 de dezembro de 1975, nas Américas.
Com esse álbum, os Queen adotaram uma sonoridade diferente, comparada com os seus discos anteriores, fazendo grande uso de um piano e de muitos outros instrumentos nunca experimentados pelo grupo até então. Canções como "You're My Best Friend" e "Bohemian Rhapsody" fizeram um enorme sucesso, sendo executadas em todos os concertos do grupo desde então, e ajudaram a divulgar o álbum inteiro. Apesar de Freddie Mercury e Brian May, o vocalista e o guitarrista do grupo, respectivamente, terem composto a maioria das letras, o baixista e o baterista, John Deacon e Roger Taylor, também contribuíram com canções próprias, e todos trabalharam igualmente no arranjo das melodias. "Bohemian Rhapsody" é a canção mais inovadora do disco, dividida em três partes e sem refrão, a faixa mistura rock e ópera e foi recebida com pouca confiança pela gravadora do grupo, que não acreditou no seu sucesso, devido à sua estrutura, mas, assim que foi lançada, fez grande sucesso nas paradas e tornou-se um ex-libris da banda. Todo o instrumental do álbum foi gravado separadamente por cada membro do grupo em diferentes estúdios, e a capa foi obra de Freddie Mercury.
Assim que foi lançado, A Night at the Opera estreou diretamente para o topo da UK Albums Chart, do Reino Unido, e chegou ao quarto lugar na Billboard 200 dos Estados Unidos, sendo o disco que levou o Queen a atingir popularidade mundial e a se consagrar no mundo da música. O disco também foi um sucesso de crítica, frequentemente apontado como um dos melhores discos da música em geral, tendo vendido mais de cinco milhões de cópias nos anos 70, uma número impressionante para os mercados da época.


Enviar um comentário