quarta-feira, outubro 14, 2015

Ike nasceu há 125 anos!

Dwight David "Ike" Eisenhower (Denison, Texas, 14 de outubro de 1890Washington, D.C., 28 de março de 1969) foi o 34º Presidente dos Estados Unidos, de 1953 até 1961. Antes disso, ele foi um general de cinco estrelas do Exército Americano. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele serviu como Comandante Supremo das Forças Aliadas na Europa e assumiu a responsabilidade de comandar e supervisionar a invasão do Norte da África, durante a Operação Tocha entre 1942 e 1943. Logo depois ele fez o planeamento da invasão da França e da Alemanha, entre 1944 e 1945, no Frente Ocidental. Em 1951 tornou-se o primeiro comandante supremo da NATO e também foi Chefe do Estado-Maior do Presidente Harry S. Truman, antes de assumir a presidência da Universidade de Columbia.
Eisenhower entrou na corrida presidêncial como candidato republicano em 1952 e prometeu uma cruzada contra "comunismo, Coreia e corrupção." Ele derrotou o Adlai Stevenson, encerrando duas décadas de governos democratas. No primeiro ano como presidente, Eisenhower depôs o líder do Irão num golpe de estado e ameaçou usar a força nuclear contra a China para encerrar a Guerra da Coreia. No aspeto militar focou a sua atenção em expandir o arsenal atómico americano e não aumentou os fundos para as outras vertentes das Forças Armadas. O objetivo era manter a pressão sobre a União Soviética e reduzir o déficit do governo. Quando os soviéticos lançaram o satélite Sputnik 1, em 1957, teve que tentar correr atrás deles, na corrida espacial. Eisenhower forçou Israel, o Reino Unido e a França a encerrar a sua invasão do Egito durante a Guerra do Suez de 1956. Em 1958, ele enviou 15 mil soldados americanos para o Líbano para impedir que o governo pró-ocidente daquele país caisse em mãos de revolucionários aliados de Nasser. No fim do seu mandato, os seus esforços para fazer negociações com os Soviéticos cairam por terra por causa do incidente com um avião U2, em 1960, quando um avião espião americano foi derrubado sobre a Rússia e o piloto foi capturado vivo.
No plano doméstico, ele ajudou na queda de Joseph McCarthy do poder mas deixou boa parte das questões políticas para o vice-presidente Richard Nixon. Era considerado um político conservador, que continuou com o "New Deal", expandiu os seguros sociais e lançou o chamado "Interstate Highway System". Foi ele que mandou tropas federais para Little Rock, Arkansas, pela primeira vez desde a Reconstrução, para fazer valer as decisões da Suprema Corte sobre abolição da segregação racial em escolas públicas e acabou por assinar leis de direitos civil em 1957 e em 1960. Também implementou o fim da segregação racial nas Forças Armadas e indicou cinco nomes para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos.
Nos dois mandatos de Eisenhower como presidente houve tempos de prosperidade económica, exceto num curto período de recessão, que durou entre 1958 e 1959. Embora tenha deixado o cargo em 1961 com índices de popularidade baixos, a sua reputação póstuma aumentou, assim como também foi notada uma melhoria da avaliação dos historiadores da sua presidência. Eisenhower é muitas vezes lembrado como um dos melhores presidentes que o país já teve.
Faleceu em 28 de março de 1969 e encontra-se sepultado no Eisenhower Center, Abilene, Condado de Dickison, Kansas nos Estados Unidos.
 

Enviar um comentário