quinta-feira, julho 31, 2014

O cantor Francisco José morreu há 26 anos

(imagem daqui)

Francisco José Galopim de Carvalho (Évora, 16 de agosto de 1924 - Lisboa, 31 de julho de 1988), mais conhecido como Francisco José, foi um cantor português.

Biografia
Iniciou a sua carreira no liceu no qual estudava quando se apresentou no Teatro Garcia de Resende e se profissionalizou aos 24 anos de idade, sendo obrigado a interromper o curso de engenharia quando estava no terceiro ano.
Teve os seus maiores sucessos na balada romântica Olhos Castanhos, lançada em 1951, e Guitarra Toca Baixinho, em 1973.
Quando começou a cantar, já finalista do curso, foi inscrito num programa da rádio que existia na altura, de Igrejas Caeiro, por colegas de curso.
Foi professor universitário, cargo que tinha na altura da sua morte. Era irmão do famoso geólogo, o Professor Doutor Galopim de Carvalho, conhecido pela atuação em defesa dos vestígios (icnofósseis) de Dinossáurios.

 Discografia
  • Olhos Castanhos / Maria Severa (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Quatro Palavras / Como é Bom Gostar de Alguém (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Serenata da Saudade / O Telefone Não Tocou (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Desprendimento / Canção do Relógio (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Ana Paula / Princesa dos Meus Desejos (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Desde que Eu Fiquei Sem Ti / Olhos Tristes (78 R.P.M, 1951, Estoril)
  • Deixa Falar o Mundo / És Tu (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Doido Sim mas Não Louco / Você (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Tu Sómente Tu / Gosto dos Teus Olhos Negros (78 R.P.M., 1951, Estoril)
  • Olhos Castanhos / Canção do Mar (78 R.P.M., 1961, Phillips)
  • Sucessos de Portugal (LP, 33 R.P.M., 1961, Phillips)
  • Francisco José e as canções que ninguém esquece (LP, 1960, Phillips)
  • "Recordações de Uma Vida" (compilação póstuma, editada em 2007 pela Farol Música).


Sem comentários: