segunda-feira, março 27, 2006

Parque de Natureza de Noudar - Barrancos

No âmbito da informação que o mailing-list da GEOPOR disponibiliza, divulgamos a seguinte informação:

Lá bem no Alentejo interior, junto à fronteira com Espanha, já está aberto ao público o Parque de Natureza de Noudar (PNN). Inaugurado no passado dia 21 de Março, constitui um projecto de turismo natureza desenvolvido pela EDIA (Empresa de Desenvolvimento Integrado do Alqueva) e orientado para a gestão agro-florestal, mas que incorpora também valores biológicos, arqueológicos, etnográficos e geológico-mineiros.

Na divulgação do parque feita, naquela data, por vários órgãos nacionais da comunicação social escrita não foi mencionado o seu património geológico, o que só se justifica por ausência de transmissão dessa informação. Ora, foi o relato deste património foi feito, há dois anos, no decurso do I Conferência de Turismo de Natureza. Esta situação teve aliás resposta imediata da EDIA, ao solicitar ao Departamento de Geologia do INETI a execução da carta e roteiro geológico do PNN. Um novo desdobrável, agora editado, inclui já considerações sobre a Geologia do parque.

Aquele “lapso informativo” é incompreensível quando várias entidades públicas e privadas, incluindo órgãos de comunicação social, têm tido acesso à informação sobre o património geológico da região de Barrancos, na qual se inclui a do PNN, não só através de artigos científicos, mas principalmente quando foi feita a sua divulgação em fóruns de âmbito nacional (I Seminário sobre o Património Geológico Português, Lisboa, 1999) e internacional (Reunião da Subcomissão de Estratigrafia do Silúrico, Madrid, Constantina/Sevilha e Barrancos, 1998; IV Simpósio Internacional PROGEO de Conservação do Património Geológico, Braga, 2005) ou nas iniciativas da “Geologia no Verão”.

Prova do valor deste património é o facto da comunidade geológica portuguesa, por acção da GEOPOR, ter considerado, parte dele, como um dos catorze geossítios de relevância internacional (2005, Episodes, vol. 28-3). Também a nível local, a Câmara Municipal de Barrancos classificou, em 1998, um dos elementos daquele património, como “Sítio natural de valor cultural e científico, de interesse municipal”.

Não se quer “tratamento especial” para o património geológico do PNN, mas tão só que ele seja citado e divulgado, como os restantes valores patrimoniais.

Caso queiram fazer uma visita “virtual” ao PNN, vão ao site http://parquenoudar.com

É ainda de salientar que os participantes na excursão C do próximo Congresso Nacional de Geologia vão pernoitar 1 noite no PNN.

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.